Viagens

Uma das 7 Maravilhas de Portugal

Maria Gil

Sistelo, Alto Minho, Arcos de Valdevez… Viana do Castelo!

Situada no alto Minho, no concelho de Arcos de Valdevez, distrito de Viana do Castelo, a aldeia de Sistelo é uma das “7 Maravilhas de Portugal “ na categoria de aldeia rural! Conhecida como “o pequeno Tibete Português”, a antiga póvoa medieval, tem nos seus socalcos uma marca identitária única em todo o país.
Os factores históricos são de primordial importância, por aqui passou o exército de Afonso VII de Leão e Castela, para confrontar D. Afonso Henriques, num episódio decisivo na fundação do Reino de Portugal no séc. XII. Nesta aldeia sentem-se importantes pedaços de história, com espaços para passear e conviver em harmonia com a natureza, regozijar os olhos com os espaços de beleza inigualável, e respirar uma serenidade quase terapêutica que enriquece o espírito e tranquiliza a alma. Estivemos recentemente em Sistelo à conversa com o presidente da junta desta pitoresca aldeia, onde a hospitalidade e a generosidade das suas gentes é algo que não passa despercebido. À frente dos destinos da freguesia, Sérgio Rodrigues mostra-se extremamente feliz com esta conquista. No seu segundo mandato, o jovem presidente recebeu-nos altamente na sede da junta da freguesia, e ficamos a conhecer um pouco melhor esta maravilha de Portugal, a qual passamos a partilhar com o amigo leitor.

Qual foi o procedimento para a qualificação de Sistelo como uma das 7 Maravilhas de Portugal?
Portanto, abriu uma candidatura na categoria das Aldeias de Portugal. A organização das 7 maravilhas abriu o procedimento das aldeias com várias categorias, e depois houve uma seleção. Candidataram-se, salvo erro, trezentas e noventa e seis aldeias, divididas por várias categorias. Houve um júri que selecionou a passagem de 48 aldeias à segunda fase, e depois tivemos uma meia-final. À final foram 14 aldeias, sete categorias, duas aldeias em cada categoria. O processo foi sempre de muito trabalho, muita divulgação. O procedimento era a votação, ou seja, cada vez que se ligava era um voto, tentar chegar ao número máximo de pessoas para votar, e com esses votos ganhar. Nós tivemos a sorte de ao longo destes últimos anos ter passado por cá muita gente, porque Sistelo não despertou a atenção só agora para as 7 maravilhas (…), nós temos um processo a decorrer que é a classificação como paisagem cultural, na forma de Monumento Nacional/Sitio de Interesse Nacional, a primeira do seu género em Portugal, e a classificação máxima a nível do país. E isso trouxe muita gente, a ecovia também tem trazido muita gente, e assim foi-se criando aqui uma certa amizade, um certo cari-nho por Sistelo, e isso contribuiu para que as pessoas votassem, e para que chegássemos à final e ganhássemos.

Como se sentiu ao receber esta distinção?
Senti um orgulho enorme, e muita alegria! Eu adoro isto, sinto muito pela freguesia, não é só pelo facto de ser presidente da junta, eu amo esta terra, é um sentimento inexplicável. A partir daqui é que uma pessoa vai começando a ver as coisas, porque na altura uma pessoa nem tinha noção do que estava a acontecer.

Como vai o turismo nesta altura?
O turismo está forte. Nós já tínha- mos uma grande afluência de turistas, mas agora com esta questão das 7 maravilhas foi um despontar de visitantes. Nós tínha-mos um plano, mas não tínhamos as coisas bem estruturadas para receber tanta gente, ou seja, não tínhamos a base estruturada para tanto turismo. O que não significa que este seja o ponto alto, eu acredito que Sistelo nos próximos anos vai ter um volume ainda maior com as agencias de turismo a despertar a atenção para Sistelo. Porque é a primeira classificação em Portugal de uma paisagem, e aí vai ser obrigatório para quem organiza visitas em Portugal, mesmo a nível estrangeiro, visitar Sistelo. É quase como visitar Belém ou a Torre dos Clérigos, acaba sempre por ser um ponto de bastante interesse, e por isso acredito que o turismo vai aumentar bastante.

O que pretendem fazer para dinamizar ainda mais a freguesia de Sistelo?
É assim, eu não acredito em modelos de desenvolvimento sustentável que não seja através da criação de riqueza. Sistelo vai aproveitar aquilo que tem de melhor e aquilo que nos diferencia de todo o resto, e tentar criar aqui uma base para desenvolvimento, e utilizar o turismo como a base sustentável do desenvolvimento futuro. Primeiro o turismo vai despertar a atenção, aliás, já está a despertar o interesse das entidades nacionais para investimentos, que isso é o mais importante, que de outra forma não seria muito fácil. Nós temos um quadro comunitário que está numa fase ainda muito lenta, mas que a partir do próximo ano vai certamente acelerar em ritmo mais elevado, e isto vai fazer com que as entidades que financiam projectos se interessem por esta aldeia, e isso vai fazer com que nós tenhamos algumas vantagens nesses investimentos.
Já temos uma candidatura aprovada de duzentos mil euros para a paisagem cultural de Sistelo e do museu da água, vamos ter um restaurante, um centro de degustação de produtos locais, vamos ter um centro de vendas de produtos locais, vamos ter um pequeno posto de turismo, e outros projectos. Vamos aproveitar o máximo do turismo, e tirar rentabilidade do mesmo.
Uma mensagem final.

Sistelo está de braços abertos para receber toda a gente. Venham disfrutar da paisagem, da natureza. Eu costumo dizer que Sistelo é a única vitamina anti-stress. Venham passar um fim de semana em contacto com a natureza, e brevemente teremos muito mais para vos oferecer.

Fica aqui o convite para visitar uma das 7 Maravilhas de Portugal, porque mais que as palavras valem as imagem, o contacto com as pessoas, a igreja, os trilhos, a misteriosa casa do castelo, os espigueiros, a ecovia, a ponte medieval e a branda do alhal são excelentes motivos para uma deslocação a Sistelo!
Finalizamos com um agradecimento especial a Sérgio Rodrigues, e enviamos os nossos parabéns por esta, e por outras conquistas! Bravo.

 

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER