Viagens

Muskoka, local de veraneio

Pouco tempo depois de chegar ao Canadá, comecei a ouvir falar de “ir para a cottage” no fim de semana. Passaram-se vários anos até surgir a oportunidade de ser convidada por amigos canadianos para passar algum tempo, numa dessas casas de campo, junto dum lago. Foi dessa maneira que tive a sorte de conhecer Muskoka, uma das regiões mais aprazíveis do Ontário para passar fins de semana, ou férias.

Comecei por visitar Gravenhurst, uma pequena vila junto ao Lago Muskoka. É quase obrigatório fazer um passeio no RMS Seagwun. É o último de uma frota de dúzias de barcos a vapor cuja importância foi fundamental para o desenvolvimento da região e, em particular, do turismo.

O barco desliza vagaroso e silencioso pelas águas calmas permitindo-nos apreciar a paisagem, com toda a tranquilidade. Já tendo feito o passeio várias vezes, a minha preferência é ir numa tarde de outono, à hora do chá. Gosto da tradição britânica de, confortavelmente sentada, tomar chá com “scones” enquanto o nosso olhar se vai maravilhando com as variedades de tons vermelhos, amarelos e castanhos das folhas dos áceres e outras árvores. Ao mesmo tempo vamos descobrindo a arquitetura das mansões de luxo – que se erguem nas enseadas ou ocupam ilhotas -, umas sumptuosas com iates nas docas e outras discretas, passando quase despercebidas, no meio de altos rochedos e árvores de grande porte. Esta é a região do “Canadian Shield” de rochas milenárias que nos remetem a outras eras da história geológica.

Durante o passeio de barco, o guia explica que algumas daquelas casas pertencem a artistas famosos de Hollywood, seu local de refúgio. É do conhecimento público que Steven Spielberg, Tom Hanks, Cindy Crawford e Golden Hawn, entre outros, passam férias na região privilegiada de Muskoka. As famílias canadianas mais tradicionais, desde o início do século XIX, ali mandaram construir as suas “cottages” que vão passando de geração em geração.

A primeira vez que fui a Gravenhurst fiquei surpreendida por saber que era a terra de origem do Dr. Norman Bethune, e que ali se encontra um museu nacional que lhe foi dedicado pelo seu contributo humanitário. Esse médico canadiano é venerado pelos chineses que não esquecem a assistência recebida, num período conturbado da história da China. Sempre que vou a Gravenhusrt, não me surpreende encontrar autocarros de turistas chineses que ali vêm prestar homenagem a Bethune.

Para além do Muskoka, que deu o nome a esta região das “cottages”, os outros dois lagos famosos são Lake Joseph e Lake Rousseau. No entanto, são cerca de 1600 os lagos grandes, médios e pequenos que se podem descobrir nesta imensa região que vai desde a Georgian Bay até ao Algonquin Park.

Há inúmeras aldeias com marinas, pequenas praias e muitos lugares de veraneio que se podem alugar a curto ou longo prazo – desde hotéis de luxo a casas modestas e, ainda, muitos parques de campismo. Quem gosta de andar de canoa, pescar, fazer ski aquático, trilhas e outras atividades na natureza, tudo encontra nesta região.

Huntsville, fundada em 1860, é a localidade de maior densidade populacional da região, e fica apenas a cerca de 200km de Toronto.  Na rua principal, destaca-se uma estátua de Tom Thomson, um dos famosos pintores do “Group of Seven”. Somos lembrados que, graças ao trabalho artístico deste grupo de pintores, as belezas naturais do Canadá se tornaram conhecidas internacionalmente.

Tenho passado, após a minha reforma, muito mais tempo no campo, a descobrir a região de Muskoka. Confesso que a humidade e o calor, os mosquitos e outros insetos não me deixam apreciar inteiramente as dádivas da natureza. Consciente de que o paraíso é inatingível, estou grata por, tão perto da cidade de Toronto, poder escapar e encontrar paz, sossego e uma beleza surpreendente.

Gostaria de ajudar um estudante da U of T  a ir visitar um país de língua portuguesa?
Pode fazê-lo com um donativo (tax deductible) www.donate.utoronto.ca/Marujo

Imagens cedidas por Manuela Marujo

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW