Viagens

A romântica Toscana

Ao receber, de amigos brasileiros com raízes italianas, um convite para ir a um casamento na Toscana, aceitei-o com grande entusiasmo. Sonhava com a oportunidade de visitar aquela região da Itália, depois de ver o filme holandês “Casamento na Toscana” e, sobretudo, após o sucesso do livro e filme “Sob o sol da Toscana”, com a conhecida atriz Diana Lane. Apesar dos estereótipos, o filme despertou a curiosidade de milhares de turistas, por se basear numa história verídica, a vida da escritora Frances Mayes, que continua a viver na “Villa Bramalea”, próximo de Cortona.

Maquete de Cortona
Maquete de Cortona

Por sorte, pois há muitos outros lugares lindos na região da Toscana. Os meus amigos viajaram do sul do Brasil para fazer a cerimónia de casamento no requintado “Château Il Falconiere”, uma propriedade rural, localizada a poucos quilómetros da pequena cidade de Cortona. Embora tivessem reservado todo o hotel para os convidados, optei por alojar-me no centro da cidade, onde passei alguns dias, a apreciar o ambiente cheio de encanto desse lugar muito antigo, repleto de história.

Cortona foi construída a 500 m acima do nível do mar, no alto de uma colina, e oferece a vista aprazível dos vales verdejantes ao seu redor. A cidadezinha foi fundada no século VII A.C. e tanto etruscos como romanos ali deixaram muitos vestígios da sua passagem. Há monumentos medievais e renascentistas que testemunham a importância dessa localidade ao longo dos séculos.

A Piazza della Republica, cenário no filme “Sob o sol da Toscana”, é encantadora, tal como a vimos na película. Destaca-se nela o Palazzo Comunale com uma enorme escadaria onde turistas descansam e fotografam as belezas da praça. Mesmo ao lado a conhecida Piazza Signorelli, onde se destaca o Teatro com mesmo nome e o Museu da Academia Etrusca. Este museu é visita indispensável; nele se conta a história de Cortona através de obras de arte.
Gostei de caminhar pelas ruelas e becos medievais, com ateliers de artistas, sentir o aroma da deliciosa comida italiana que provinha dos restaurantes e entrar em cafés acolhedores com exposições de arte que nos deliciam os sentidos. A cidade preserva parte da muralha etrusca junto da famosa Porta Bifora e merece a pena subir até à fortaleza de Girifalco construída sobre ruínas etruscas, romanas e medievais. Dali, pode admirar-se uma paisagem a perder de vista que abrange, inclusivamente, o Lago Transimero, já na província da Úmbria.

De Cortona a Arezzo, cenário dum outro filme com enorme sucesso – “A Vida é bela” com Roberto Benigni -, são apenas 30km. É fácil apanhar um comboio e, da estação, caminha-se alguns minutos até à austera Basilica de San Francesco com o seu interior coberto de frescos do famoso Piero della Francesca. Andei pelas ruas, a tentar relembrar cenas do comovente filme.

Compreendo o fascínio que representa para os jovens, brasileiros ou de outros lugares do mundo, casar na romântica Itália. Um hotel como o Il Falconiere, construção senhorial do século XVIII, é um sonho transformado em realidade. Vivi com estes meus amigos a “festa branca” da véspera do casamento, junto a uma das piscinas decorada com muitas flores perfumadas, onde o champanhe contribuiu para alegrar ainda mais o ambiente.
No dia da cerimónia, o calor em junho surpreendeu-nos a todos. Foi necessário esperar pelo entardecer para se poder, confortavelmente, assistir ao solene ato num jardim com vista panorâmica para a vasta propriedade. Foi emocionante escutar os votos dos noivos, lidos, com seriedade, de seus iPhones, e partilhar do seu sentimento de felicidade. O jantar com baile, no terraço de um luxuoso restaurante, iluminado por velas numa noite estrelada, vibrava com a alegria e o carinho de todos os presentes que se deslocaram de tão longe, para testemunhar aqueles momentos extraordinários de suas vidas.

Manuela Marujo

This slideshow requires JavaScript.

Imagens cedidas por Manuela Marujo

Gostou de ler sobre esta viagem?

Contribua fazendo um donativo (“tax credit donation”) para uma viagem de estudante da Universidade de Toronto a um país lusófono. Clique no link abaixo e selecione THE MANUELA MARUJO TRAVEL SCHOLARSHIP

https://donate.utoronto.ca/give/show/79


Autor(a):
Fonte:

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close