Viagens

A natureza no meio da cidade

Um pequeno grupo de amigos encontra-se, religiosamente, há mais de 20 anos, às 8 da manhã de domingo, junto ao monumento dos Pioneiros Portugueses no High Park em Toronto, para uma corrida, caminhada ou apenas um passeio de uma hora. No restaurante do parque, o pequeno-almoço das 9h às 10h e o alegre convívio que se segue compensam levantar cedo e o esforço do exercício. Este parque fica muito bem localizado no centro da cidade, com acesso fácil quer de transporte público, quer de carro, de bicicleta ou a pé.

 

A natureza no meio da cidade-viagens1-viagens-mileniostadium
High Park, aberto ao público desde 1876, localiza-se numa colina com vista para a Humber Bay e Lago Ontário, do lado sul duma das principais artérias da cidade, a Bloor Street.

 

O High Park, aberto ao público desde 1876, localiza-se numa colina com vista para a Humber Bay e Lago Ontário, do lado sul duma das principais artérias da cidade, a Bloor Street. O dono dessa grande propriedade, transformada em parque por sua vontade, foi John George Howard, arquiteto bem-sucedido e pintor, que ali construiu um chalé onde viveu até à morte – Colborne Lodge -, hoje transformado em museu. Sempre que caminho no parque, e passo junto da estátua que lhe foi justamente erigida, penso nele com gratidão e admiro a visão e generosidade demonstradas.

O High Park é lindo de verão e de inverno, maravilhoso no outono e um primor na primavera. O que se faz num parque extenso com cerca de 1 600 000 m2? Caminha-se devagar e aprecia-se a beleza da natureza, sem ter que se fazer nada. Ou, para os amantes de exercício e atividades, tira-se partido de haver uma piscina, campos de ténis, um pequeno jardim zoológico, uma enorme lagoa para pescar, trilhas de dificuldade variada para correr ou andar de bicicleta.

A natureza no meio da cidade-viagens2-viagens-mileniostadium
Monumento dos Pioneiros Portugueses

Assistir a uma peça de teatro ao ar livre do programa anual “Shakespere on the park” (julho-agosto) foi uma das melhores experiências que tive numa noite de verão. O programa já dura há mais de 35 anos e é procurado por muita gente. Outra, foi apanhar legumes e fruta biológicos numa das hortas comunitárias que o parque proporciona a quem, como uma das minhas amigas, é dedicada horteloa.

Numa memorável manhã de inverno, em que caminhava sozinha, sobre a neve macia que silenciava os meus passos, uma pessoa a alguma distância começou a acenar e a apontar, chamando a minha atenção. Vi, deslumbrada, o que pensava ser um lobo e descobri depois ser um coiote. Tão calmo, certamente perto de seu esconderijo, nada perturbado com a presença de humanos. Comovi-me com a pureza de tal encontro.

Sempre que caminho nas manhãs de outono, fico muda perante a beleza da folhagem dos áceres nos seus tons laranja, vermelhos e dourados, a formar tapetes coloridos sobre os quais me apetece deitar e sonhar.

A natureza no meio da cidade-viagens3-viagens-mileniostadium
High Park Zoo no inverno

É a primavera, porém, que atrai ao High Park centenas de milhares de pessoas para contemplar as cerejeiras em flor. Foi em 1959 que a cidade de Tóquio ofereceu a Toronto a primeira cerejeira. Depois disso, cerca de três dezenas foram acrescentadas através do “Sakura Project” (Projeto Flores de Cerejeira). De fins de abril, até à primeira semana de maio, não surpreende que o High Park seja a maior atração de Toronto. A beleza das flores brancas e rosadas contra o céu azul em dias luminosos de sol enche a alma de beleza indiscritível. É frequente ver posar jovens japonesas em seus quimonos de seda, bordados de cores delicadas, a fazer lembrar borboletas em cenário digno de um filme.

Qualquer habitante da cidade de Toronto tem a sorte de, não muito longe de sua casa, ter um parque onde pode desfrutar de verde e atividade ao ar livre em qualquer época do ano, já que o plano de urbanização da cidade acautela os espaços verdes e a qualidade do ar que respiramos.

Gostaria de ajudar um estudante da U of T
a ir visitar um país de língua portuguesa?
Pode fazê-lo com um donativo (tax deductible)
www.donate.utoronto.ca/Marujo

Imagens cedidas por Manuela Marujo

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW