Saúde & Bem-estar

Saúde mental em tempo de pandemia

É uma nova forma de vida para todos nós: a pandemia provocada pela Covid-19 veio alterar profundamente os nossos hábitos, sejam eles profissionais, familiares ou sociais. Aquilo que tínhamos como “garantido” – como a liberdade de irmos onde queríamos, às horas que queríamos, como queríamos e com quem queríamos – deixou de existir… pelo menos enquanto este inimigo não for derrotado.

A conjuntura atual, o isolamento social, os planos de contingência, o desemprego, a informação (não tão positiva) a que temos acesso… enfim, há uma série de variáveis que podem contribuir negativamente para o nosso bem-estar, aumentando os nossos níveis de stress, medo, ansiedade e até angústia – e, por consequência, também o nosso sistema imunológico é prejudicado.

Assim, da mesma forma que durante este período aproveitamos para cuidar do nosso corpo, devemos também fazê-lo com a nossa mente – afinal, é ela quem comanda tudo o resto!

A Organização Mundial de Saúde, diversos governos e entidades profissionais têm vindo a partilhar algumas recomendações de como enfrentar o desafio que vivemos atualmente. Partilho convosco algumas delas:

Atenção à informação

É que nem toda vem de fonte segura. Principalmente nas redes sociais vemos muitas “fake news” que em nada ajudam em alturas como esta. Assim, é importante anular a leitura ou contacto com informações alarmistas que possam aumentar os vossos níveis de stress – não liguem a boatos e procurem fontes de informação fidedignas. Não se esqueçam que o Camões TV Notícias é transmitido todos os dias às 7 pm!

Estabelecer (ou manter) uma rotina

Mesmo que estejam, por exemplo, em teletrabalho, não percam hábitos que ainda são possíveis de manter, como por exemplo a hora de acordar e de fazer as refeições.

Não percam o contacto

A quarentena que nos foi imposta não é sinónimo de desconexão com aqueles que nos são mais queridos – há muitas formas de manter o contacto social, seja através de chamadas telefónicas, videochamadas ou das redes sociais. Este talvez seja o ponto que mais nos atinge, já que somos seres sociais e não estamos habituados a não poder conviver. Procurem apoio na família ou amigos se necessitarem de desabafar sobre os vossos medos ou inseguranças. A ajuda especializada também está disponível neste período, através de linhas de apoio psicológico.

Comam bem e mexam-se!

Obviamente, é igualmente importante fazer uma alimentação saudável e exercício físico – e há muitas formas de queimar umas calorias! Porque não experimentam uma aula de dança online ou até uma sessão de yoga? Ainda que falte motivação ao início, vão ver que se vão sentir muito bem no final!

Não aos vícios

Apesar de, psicologicamente, poderem provocar uma sensação de alívio ou relaxamento momentâneo, o tabaco, álcool ou outras drogas não são uma boa forma lidar com o stress – pelo contrário, podem até agravar o problema.

Aproveitar o tempo!

Esta é a altura ideal para se dedicarem àquele projeto que tinha ficado na gaveta, a arrumarem aquele armário que já está a rebentar pelas costuras, a ler aquele livro que está há meses na mesa de cabeceira, a ver o filme que toda a gente fala…

Espírito positivo

Sempre! Lembrem-se que esta é uma situação passageira e que vamos sair disto ainda mais fortes.

Inês Barbosa/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

DONATE NOW