Saúde & Bem-estarBlog

Sabores de outono

Sabores de outono-mundo-mileniostadium
Photo: DR

 

Entrámos na estação onde as árvores se despem, deixando cair as suas folhas antigas, e que é vista por muitos como uma época de libertação e renovação.

Mas para além disto há também os sabores tão característicos deste período do ano: alguns que nos trazem à lembrança bons momentos vividos na nossa infância, outros que ainda não conhecemos ou que, simplesmente, não temos por hábito utilizar na nossa alimentação diária – mas devíamos!

Uvas

As uvas são uma fruta muito fácil de comer, o que faz delas um ótimo snack.

Mas sabiam que também as podem adicionar a uma refrescante salada? Juntem duas chávenas de uvas brancas e pretas cortadas em quartos, meia chávena de alho francês picado, meia chávena de pimentos frescos picados, duas colheres de sopa de manjericão, duas colheres de sopa de vinagre balsâmico, um dente de alho picado, uma pitada de sal e de molho tabasco, misturem bem e deixem repousar cerca de uma hora antes de servir. As uvas são capazes, entre outras coisas, de melhorar a nossa saúde ocular e cardíaca, ajudar no controlo da pressão arterial e do equilíbrio da glicose no sangue, diminuir o risco de desenvolvimento de cancro e promove a saúde do nosso sistema digestivo!

Abóbora

A rainha do Halloween é também a rainha das dietas! Com valores baixos de hidratos de carbono e poucas calorias, este legume é uma ótima aposta se estão em processo de emagrecimento ou de controlo de peso já que também promove uma maior sensação de saciedade. Pode ser incluída em saladas, sopas, purés, doces, bolos, tortas e biscoitos. Haja imaginação!

Castanhas

Ah, o cheirinho de castanhas assadas na rua! Haverá algo que grite mais “outono” que isto? Elas são um verdadeiro “must eat” desta estação, seja assadas ou cozidas. São um ótimo acompanhamento, petisco ou até sobremesa! Ricas em hidratos de carbono complexos, fibra, vitaminas A, C e E, potássio e ácido fólico, contribuem para a prevenção da obstipação, são saciantes e ainda reforçam o nosso sistema imunitário.

Romã

A romã é uma verdadeira preciosidade da natureza: não é por acaso que tem, na sua casca, algo que se assemelha a uma coroa. Já tinham reparado neste pormenor? Rica em vitaminas A e C, cálcio  e ferro, este fruto contém ainda substâncias antioxidantes e um elevado teor de fibra e de polifenóis, ajudando a “limpar” os vasos sanguíneos, a diminuir o stress oxidativo, a combater a disfunção erétil, a prevenir alguns tipos de cancro, como por exemplo da próstata e mama, diminui a destruição das articulações e reduz a inflamação associada à artrite reumatoide. Podem introduzi-la nas vossas refeições em saladas, sobremesas e snacks, por exemplo.

Marmelo

Um fruto associado, com certeza, a memórias de infância de muitos de nós. Marmelada caseira, feita pela mãe, pela avó ou pela tia… Hmm, deixa água na boca e um sorriso no rosto! Fonte de vitamina C, potássio e cobre e taninos com propriedades anti-inflamatórias, o marmelo funciona como laxante natural e pode ainda contrariar situações de fadiga mental e física.

Para além da marmelada podem ainda experimentar marmelo assado com canela e anis ou cozido com um pau de canela e erva-doce. É delicioso!

Inês Barbosa/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

DONATE NOW