Saúde & Bem-estar

Red flags

Red flags-mundo-mileniostadium
Foto: DR

Uns podem ser bem visíveis e outros podem, muito facilmente, passar despercebidos. Mas é muito importante que estejamos atentos ao sinais que o nosso corpo nos vai dando e, se necessário, procurar ajuda médica no momento certo – vejamos alguns exemplos!

Queda de pelos das sobrancelhas

Bem, há coisas que não podemos evitar com o passar dos anos: as mudanças na nossa aparência – em maior ou menor grau -, são uma delas. Uma “queixa” bastante comum é o enfraquecimento dos nossos pelos e cabelos. Nada que não seja normal! Há que ter atenção, no entanto, ao que é um dos primeiros sintomas do hipotiroidismo: o afinamento ou a queda do terço externo das sobrancelhas. Se a condição for tratada, os fios voltarão a crescer normalmente!

Quero gelo!

Um desejo, no mínimo, inusitado… mas que pode ter razão de ser! Se por acaso sentem vontade de comer gelo tal pode ser sinónimo de deficiência de ferro, ou seja, anemia. Lembrem-se que a carne de vaca, o fígado e os ovos são ótimas fontes deste nutriente!

Manchas castanhas no pescoço e axilas

Ainda que, inicialmente, possam ser confundidas com sujidade, estas manchas – que para além da tonalidade acastanhada também têm um aspeto aveludado -, podem estar relacionadas com problemas de excesso de peso (obesidade) ou até mesmo  indicar resistência à insulina, pré-diabetes e diabetes tipo 2. Para além do pescoço e axilas, podem ainda surgir nas virilhas, entre o braço e o antebraço ou entre a perna e a coxa.

Existe ainda a possibilidade destas manchas indicarem alterações nos ovários e/ou doenças da tiróide. Em qualquer dos casos, o melhor mesmo é tirar as dúvidas junto de um profissional!

A saúde (ou falta dela)… nas unhas!

Se há quem diga que conseguimos “ver” o nosso futuro na palma das nossas mãos, também há quem diga (e com maior grau de certeza, convenhamos) que conseguimos ver a nossa saúde nas nossas unhas: qualquer alteração no nosso organismo pode afetar a aparência, função e crescimento das mesmas.

A alteração de cor das unhas pode ser provocada por várias situações. Entre elas estão as infeções causadas por fungos, as bactérias, as medicações, doenças sistémicas – como a diabetes ou problemas cardiovasculares -, ou uma simples “pancada”.

Se a cor for acastanhada ou negra, se surgir em várias faixas verticais e em mais de um dedo pode ser um alerta para um possível efeito colateral de medicação. Já uma risca longitudinal escura e que com o passar do tempo não melhora pode ser uma das manifestações do melanoma, um tipo de tumor maligno.

Se a unha estiver azulada pode ser um sinal de doenças relacionadas com os nossos pulmões. Já o enfraquecimento das unhas pode indicar anemia e o aparecimento de uma “meia-lua” branca pode apontar para problemas renais.

Tanto pêlo!

O crescimento anormal de pêlos acima dos lábios (buço), nos seios, ao redor do queixo ou abaixo do umbigo pode ser um dos sintomas da Síndrome do Ovário Policístico. Para além deste, as menstruações irregulares, acne, infertilidade e ganho de peso são outros “alertas”.

O glúten e as enxaquecas

É uma combinação bastante comum: pessoas intolerantes ao glúten queixam-se de fortes enxaquecas, por norma 30 minutos depois da ingestão desta proteína.

Inês Barbosa/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER