Saúde & Bem-estar

Passadeira = monotonia? Nem pensar!

Adorada por muitos e odiada por outros tantos. A passadeira é imediatamente associada a um treino cardiovascular e muitas pessoas “temem” este tipo de atividade, argumentando, na sua maioria, que é um treino monótono. Se são uma dessas pessoas, fiquem sabendo que quer seja para perder peso, desenvolver a resistência, melhorar o ritmo respiratório ou apenas manter a atual condição física, a passadeira é, de facto, um aparelho que pode ser o vosso melhor aliado!   

Algumas razões que vos podem convencer

  • Sabiam que correr na passadeira queima mais calorias do que qualquer outro aparelho de cardio? Numa hora podemos queimar cerca de 600 calorias! Isto porque quando fazemos este tipo de treino mobilizamos todos os músculos do nosso corpo em simultâneo. Para responder a este esforço, o nosso organismo recorre às reservas energéticas!
  • Muitas pessoas desistem facilmente deste tipo de atividade precisamente porque fazem sempre o mesmo tipo de treino: o segredo está em ir variando! Por exemplo: em vez de apostar em longas distâncias, porque não experimentar aumentar a inclinação do aparelho ou ir fazendo intervalos de maior velocidade? O desafio vai manter-nos interessados no treino, é garantido!
  • Para quem gosta de verificar e registar o seu progresso, a passadeira é também ótima, já que à sua frente tem todas as métricas que nos permitem medir a nossa performance. Uma motivação extra, não?
  • Ao contrário do que acontece quando caminhamos ou corremos ao ar livre, na passadeira conseguimos manter um ritmo constante – não encontramos, por exemplo, passeios, pessoas ou passadeiras a meio do caminho, tornando o treino mais consistente e menos agressivo para os joelhos. Uma outra dica que ajuda na manutenção do ritmo é a de ouvir música enquanto pratica atividade física: no caso da corrida, o ideal são as músicas que possuem entre 160 e 180 beats por minuto.

Já estão mais convencidos? Então deixo-vos três planos de treino em passadeira, desenvolvidos por Lisa Rainsberger, fundadora do projeto “Training Goals”. Numa primeira fase necessitarão de definir o vosso nível, sendo que no iniciante o foco vai para a resistência e adaptação à passadeira, no nível intermédio são feitos 10 minutos de aquecimento e recuperação intercalados com 44 minutos de corrida e, finalmente, no nível avançado é sugerida uma corrida de 56 minutos. Dependendo não só do vosso objetivo como também da vossa condição física e nível de prática, confiram o plano que melhor se adequa e experimentem-no na vossa próxima ida ao ginásio! Vão ver que vão adorar!

Inês Barbosa

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW