Saúde & Bem-estar

O pesadelo da TPM

Muitas mulheres são afetadas por esta síndrome que inclui um conjunto de sintomas físicos e psicológicos que surgem nos dias anteriores e terminam, geralmente, poucas horas depois do início da menstruação.

Segundo o Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas, 85% das mulheres tem pelo menos um dos sintomas incluídos na lista dos sintomas da tensão pré-menstrual. Apesar da maioria apresentar sintomas que não necessitam de nenhum cuidado especial, entre 3 e 8% das mulheres sofrem de uma forma grave desta condição, chamada distúrbio disfórico pré-menstrual, onde os sintomas são tão graves que chegam a interferir no trabalho, nas atividades sociais e/ou nos relacionamentos, condicionando o dia-a-dia da mulher e, em casos extremos, a ter pensamentos suicidas.

Mas, afinal, qual a causa da TPM?

  • A variação nas concentrações de estrogénio e de progesterona durante o ciclo menstrual – algumas mulheres têm maior sensibilidade a essas variações;
  • Essas variações podem afetar outras hormonas, como por exemplo a aldosterona, que ajuda a regular o equilíbrio hídrico e de sais. Se existir em excesso, pode causar retenção de líquidos e inchaço;
  • Uma composição genética que torna a mulher mais suscetível à TPM;
  • Em mulheres com TPM, a concentração de serotonina (uma substância que ajuda na comunicação das células nervosas) tende a ser mais baixa. Acredita-se também que esta substância ajuda a regular o humor;
  • Deficiência de cálcio ou magnésio;

Quais aos sintomas?

Bem… Aqui acho que já todos temos uma ideia. Quem nunca assistiu ou sentiu uma – nem que seja pequena – crise pré-menstrual? A mulher é mesmo assim… um ser muito especial, vá! O tipo e a intensidade dos sintomas variam de mulher para mulher e de mês para mês na mesma mulher, podendo incluir qualquer combinação, se não a totalidade, dos seguintes:

  • Irritabilidade;
  • Ansiedade e/ou depressão;
  • Mau humor;
  • Distúrbios do sono;
  • Dores de cabeça/enxaquecas;
  • Dores musculares;
  • Náuseas e vómitos;
  • Alterações no apetite;
  • Ganho de peso;
  • Problemas de pele (acne e dermatite, por ex.);
  • Fadiga;
  • Cólicas e pressão abdominal;
  • Tonturas, desmaios;
  • Dificuldades de concentração;
  • Crises de choro;
  • Perda de memória/confusão.

As mulheres em pré-menopausa podem apresentar sintomas durante toda a menstruação e depois dela, podendo ser mais graves durante momentos de stress. Em casos de mulheres já com transtornos de humor, os sintomas podem também agravar-se neste período.

Como é feito o diagnóstico?

Apesar de ainda ser difícil de definir e identificar, já que os transtornos de humor podem causar sintomas semelhantes, este diagnóstico tem de ser feito sempre por um profissional.

Normalmente, os médicos solicitam um registo diário dos sintomas, com o objetivo de a mulher ter uma melhor perceção das mudanças no seu corpo e no seu temperamento, e também para que os médicos identifiquem os sintomas mais regulares para, posteriormente, determinarem qual o melhor tratamento.

O que fazer para aliviar a TPM?

Como vos disse anteriormente, é de extrema importância que seja um médico especialista na área a determinar o tratamento mais apropriado para cada caso. No entanto, existem algumas formas de aliviar alguns dos sintomas:

  • Ter uma alimentação variada;
  • Consumir menos açúcar, café e sal;
  • Praticar exercício físico;
  • Oito horas de sono por noite;
  • Medicação (analgésicos, suplementos, etc.);
  • Conversar com amigos ou escrever num diário;
  • Fazer yoga, meditação ou massagens relaxantes.

A terapia hormonal, como são exemplo os contracetivos orais, pode também ser uma opção. Nos casos mais graves, os médicos poderão também sugerir a toma de antidepressivos.

Lembrem-se: a automedicação não é uma opção – pode causar outros problemas e até agravar ou mascarar sintomas! Se passam por este sofrimento procurem o quanto antes um ginecologista e expliquem o problema. Força!

E a TPM Masculina?

Sim, também existe! Também conhecida como Síndrome do Homem Irritável (juro que não estou a gozar), deve-se à baixa produção de testosterona. Ao contrário das mulheres, que apresentam alterações hormonais mensalmente, a TPM masculina pode acontecer a qualquer momento.

Os níveis de testosterona no sangue dos homens diminuem com a idade, aproximadamente 1% por ano a partir dos 40, sendo essencial procurar um médico para a reposição desta hormona.

Inês Barbosa


Autor(a):
Fonte:

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close