Saúde & Bem-estar

Mas afinal… o que é a alimentação saudável?

Não se trata apenas de uma questão de manter ou perder peso: qualquer um de nós deve sempre tentar adotar hábitos de alimentação que privilegiem determinados alimentos que são benéficos à nossa saúde e bem-estar e que nos dão a possibilidade fugir de doenças e viver mais felizes.

Equilíbrio e variedade – estas são as duas palavras-chave. O seu menu deve ser rico em vitaminas, fibras, proteínas, carboidratos e lipídios – tudo com conta, peso e medida.

Tome nota destes conselhos que tornarão a sua alimentação mais saudável:

  • No caso de não resistir ao pão, opte pelo de mistura ou integral. Dê preferência também ao arroz integral, massa de trigo duro ou couscous. Todos estes alimentos são ótimas fontes de amido, fibra, vitaminas do complexo B e minerais;
  • Duas ou mais vezes por semana, junte ao seu prato leguminosas secas e frescas (feijão, grão-de-bico, lentilhas, etc.) – ricas em fibra, proteína, de baixo índice glicémico, combatem a anemia, dão energia e promovem a saciedade. Só bons motivos, portanto!
  • Se lhe apetecer uma sobremesa opte por fruta. 1 a 2 peças de fruta por dia é o ideal e também as pode comer a meio da manhã ou como lanche;
  • Coma peixe rico em ómega-3 (sardinha, atum, salmão, etc.), duas ou mais vezes por semana;
  • Carne branca, de aves e coelho, 2 vezes por semana;
  • 2 a 4 ovos por semana – são uma excelente fonte de proteína;
  • Prefira sempre alimentos frescos ou minimamente processados;

Por outro lado, deve evitar:

Carnes vermelhas e/ou processadas (fiambre, enchidos, presunto e outros produtos de charcutaria);
Refogados e fritos;
Evite também o pão branco com manteiga, bem como os cereais para crianças que contêm, na sua grande maioria, grandes quantidades de açúcar;
Óleos, gorduras, sal e açúcar devem ser usados em pequenas quantidades;
Afaste-se dos alimentos processados e industrializados (bolachas, refrigerantes, salsichas, molhos, etc).

Por fim, existem outras dicas que com certeza o farão sentir melhor e com mais energia para viver a vida ao máximo:

  • Fazer, no mínimo, 3 refeições diárias: pequeno-almoço, almoço e jantar, intercaladas com pequenos lanches, de forma a que não esteja mais de 3 horas e meia sem comer;
  • Ao pequeno-almoço, opte por muesli ou cereais integrais com pouco teor de açúcar, servidos com leite meio-gordo (leite magro para os adultos) ou bebida vegetal e fruta aos pedacinhos. Um conselho: experimente papas de aveia!
  • Se comer sopa no início das suas refeições principais vai, com certeza, sentir-se mais saciado o que o ajudará a evitar o consumo excessivo de outros alimentos (do pão por exemplo – grande erro!)
  • Dê preferência ao peixe cozido, a vapor, grelhado (rejeitando a pele demasiado queimada) ou assado no forno;
    Utilize azeite ou óleo de coco para cozinhar e temperar os alimentos;
  • Beba água ao longo do dia – é fundamental para o bom funcionamento do organismo. Entre os inúmeros benefícios que se retiram em beber, idealmente, 2 litros por dia, podemos salientar o controlo da temperatura, a prevenção de problemas cardiovasculares e a melhor absorção de vitaminas. Se tiver dificuldades em beber água “pura”, experimente as infusões de ervas ou chá, sempre sem açúcar.

Aproveite a chegada da Primavera e aposte em refeições mais leves. Vai ver que vai gostar e que o seu corpo lhe vai agradecer.

Inês Barbosa


Autor(a):
Fonte:

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close