Saúde & Bem-estar

É preciso e a urgência em viver

É preciso coragem para realizar sonhos. É preciso força para encarar os solavancos que vêm e virão. É preciso paciência por não alcançar esses sonhos tão rápido. É preciso resistência para sobreviver aos que tentarão tirar o seu foco. É preciso amor para não se tornar um ser maquiavélico. É preciso controle para não desequilibrar a potência. É preciso chorar para extravasar a melancolia. É preciso palavras para verbalizar o sufoco. É preciso dormir para recuperar energia. É preciso se alimentar para produzir energia.  É preciso água para hidratar as células. É preciso silêncio para falar com Deus. É preciso dor para amadurecer a alma. É preciso alegria para entender o valor do momento. É preciso trabalho e valor para dignificar o homem. É preciso viagens para ampliar o seu mundo. É preciso paixão para revigorar juventude de espírito.

É preciso rugas, acompanhadas de discernimento, para se tornar um sábio. É preciso compartilhar para ganhar em dobro. É preciso tantas outras coisas para atingir aquilo que acreditamos ser a fase final do jogo, mas quando se conquista, percebemos uma outra etapa, um outro sonho logo à frente. E assim é a vida, essa busca constante… Enquanto respirarmos e sentirmos esse pulsar no coração, vamos querer algo diferente. Pode ser grande ou pequeno, complexo ou simples; somos seres almejantes

E falando de vida, às vezes reclamamos de algo aparentemente ruim que acontece nela, mas é justamente esse algo que a faz existir. A vida nada mais é do que um conglomerado de fatos e momentos que, independente de serem alegres ou tristes, corroboram a nossa existência. Façamos desse entendimento o passo seguinte; estamos aqui para isso: para experienciar cada um dos desafios que a vida nos coloca à frente, com amor, empatia e muito jogo de cintura.

Tudo o que aprendemos e sabemos são apenas reminiscências daqueles que passaram por nossas vidas, que foram nossos pilares, nossos parceiros e amigos e inimigos.  E a única certeza que temos é a nossa finitude. Então agarremos o milagre de estarmos aqui vivendo esse jogo. Sim, é a segunda vez que eu menciono a palavra “jogo”!  Porque somos nós os jogadores, os que fazemos as escolhas, e, muitas vezes, perdemos tempo e energia nos apegando a detalhes mesquinhos, coisas sem significado, como o dinheiro por exemplo. Já parou para pensar que valorizamos mais do que a própria vida esse pedaço de papel? Depositamos em cima dele a energia do PODER. E por que não canalizar esse PODER na construção de nós mesmos, na revolução interna e na empatia pelo próximo? Será que o equilíbrio das relações entre humanos e todos os seres vivos do planeta não é muito mais importante do que valorizar em demasia objetos e coisas?

É preciso dimensionar valores para viver com desprendimento e mais leveza. Amar é preciso, e no momento global que estamos vivendo, é urgente! Chego a ouvir a afamada frase cantada por um dos maiores compositores do Brasil, Renato Russo, com aquela voz grave e inconfundível, alertando: “é preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã, porque se você parar para pensar, na verdade, não há”.

Adriana Marques

Redes Sociais - Comentários

Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close