Saúde & Bem-estar

Bem-vindo ao mundo!

O nascimento de um bebé é sempre algo inesquecível: não só para os pais, mas também para todos aqueles que os rodeiam. 

Deixo-vos algumas curiosidades que com certeza irão acalmar os corações mais agitados – afinal, com o bebé chegam também milhares de dúvidas.

Lágrimas de crocodilo?

Já assistiram a um bebé que se farta de berrar e espernear mas lágrimas… nem vê-las? Se pensam que é “manha”, fiquem sabendo que pode não ser bem assim. Logo após o nascimento, é normal que o bebé ainda não seja capaz de produzir lágrimas. Tal pode acontecer pelo facto dos ductos lacrimais ainda não se terem aberto.

As “escamas”

Não há razão para se preocuparem se a pele do(a) pequeno(a) descamar. O que parece “caspa” é, na verdade, uma espécie de “crosta” causada pela dermatite seborreica, que pode aparecer na cabeça, nos ouvidos e no nariz.

Uma massagem com óleo de amêndoas doces antes do banho é uma ótima opção para eliminar estas “escamas”. Para além disso, é importante também deixar a pele respirar, evitando o uso de gorros e de cremes nessas zonas.

Mudança da cor dos olhos

Sim, a cor dos olhos dos bebés pode mudar! É a genética que controla tudo – o ADN herdado pelo bebé é que irá determinar a côr dos olhos, apesar da maioria nascer com eles claros, por causa da melanina (enquanto o bebé está no útero não existe muita – se não nenhuma – produção deste composto). Será a luz natural que irá estimular a produção de melanina e aí sim, a cor dos olhos poderá tornar-se mais escura.

Normalmente, a mudança ocorre entre os seis e nove meses de idade.

Mais ossos que um adulto

Os bebés nascem com cerca de 300 ossos, enquanto que um adulto apenas possui 206. A explicação é a seguinte: na altura do nascimento, os ossos dos bebés são apenas cartilagem que com o passar do tempo vai endurecendo e acaba por se tornar em osso. Assim, alguns ossos que nasceram separados acabam por se fundir e formar um único osso. Curioso, não?

Um bebé já com pêlo?

Sim, há bebés que nascem com uma “penugem”. Nada de preocupações, é totalmente normal! Apesar de muitas pessoas não saberem, durante a gestação o corpo do feto é revestido por uma camada de pêlo fina, chamada lanugo, e que tem como objetivo regular a temperatura do organismo no útero. Ele acabará, no entanto, por cair durante as primeiras semanas de vida.

Ui, tanto sono!

Um recém-nascido dorme muito. Mesmo muito! Em média, dedicam 16 horas do seu dia ao sono. Obviamente, estas horas são todas divididas: sobretudo à noite, quando acordam muitas vezes para mamar. O sono dos bebés é de extrema importância visto que é neste período que são libertadas várias hormonas como a do crescimento, de algumas substâncias que regulam o apetite e proteínas importantes para a ativação dos linfócitos, parte integrante do sistema imunológico.

Mamã!!!

Apesar da visão dos recém-nascidos ainda não estar bem desenvolvida e nítida, eles são capazes de reconhecer contrastes que delimitam o rosto da mãe. Especialistas afirmam que esta capacidade está relacionada ao instinto de sobrevivência. O mesmo processo permite que os bebés o façam também com outros rostos – como, normalmente, é a mãe quem passa mais tempo com o bebé será também o rosto dela o mais facilmente reconhecido.

Vá, não fiquem com ciúmes papás!

O primeiro cocó

O mecónio – nome dado ao primeiro cocó do bebé – é, geralmente, uma surpresa que de agradável tem muito pouco. Esta é uma substância verde-escura, quase preta, muito pastosa e viscosa. A eliminação do mecónio é estimulada pela ingestão do primeiro leite materno. As fezes tornar-se-ão mais amarelas e líquidas no espaço de três a quatro dias. Preparem as toalhitas e o stock de fraldas!

Cada bebé é único e com certeza que cada um terá as suas características e singularidades. O importante é manter a calma e desfrutar desta que é, sem sombra de dúvidas, uma das mais belas fases da vida de todos nós. Parabéns a todos os pais, mães e familiares que fazem dos seus bebés os mais felizes e amados do mundo.

Ps: K, parabéns minha princesa! Bebé da tia Inês, bem-vindo ao mundo!

Inês Barbosa

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close