Ambiente

Coronavírus mata humanos

Humanos matam a Terra

Humanos matam a Terra-mundo-mileniostadium
Cartoon: DR

Com o novo coronavírus diagnosticado em Wuhan, na China, no final de 2019, te com este já se tendo espalhado por todos os sete mares, uma das coisas, que seja em que país for, se está de acordo é que as máscaras são essenciais para ajudar a prevenir a contração do vírus. Com o aumento de casos a subir, liderando países inteiros no sentido de uma segunda vaga, tão mortal ou ainda pior, o uso de máscaras no nosso dia a dia está a tornar-se um costume que, infelizmente, não vamos poder descartar nos próximos meses.

Como em pleno século XXI (21) existem pessoas que acreditam que a Terra é plana, outras também acreditam que o vírus não é real, tentando incentivar pessoas a deixar de usar máscaras, protestando e partilhando nas redes sociais conteúdos errados e que podem levar pessoas mais velhas ou com uma saúde mais fragilizada a contrair o vírus que já matou quase um milhão e meio de pessoas e contaminou mais de 60 milhões de pessoas ao redor do globo.

Apesar das máscaras se terem tornado vitais no período que estamos a vivenciar, a verdade é que estas mesmas estão a causar um dano muito grande ao meio ambiente, ou pelo menos o ser humano está a fazer com que estas se tornem nisso.

Muita gente não sabe, e por vezes não tenta, ou não quer saber, mas uma máscara pode demorar mais de 450 anos a desaparecer por degradação no meio ambiente. Devido a isso, máscaras, como outros materiais, como o plástico, têm de ser reciclados, para que possam ser reaproveitados ou descartados de maneira correta.

Desde que a pandemia começou, várias máscaras e luvas foram encontradas a boiar em aglomerados de lixo no mar, assim como no fundo deste. Infelizmente, muita gente não está a fazer a devida reciclagem destes produtos, o que infelizmente estão a afetar as alterações climáticas que nos afetam também.

O pior e mais assustador é que quem mais vai sentir isto não é a nossa geração, mas sim a próxima, que mesmo tentando corrigir os erros da anterior, irá ser duramente prejudicada, injustamente.

Na minha honesta opinião, um novo contentor reciclável deveria ser disponibilizado em todos os estabelecimentos comerciais, onde a máscara é bastamente mais usada, única e exclusivamente para o descarte de máscaras e evitar que parem em sítios que não deviam e que, deste modo, se pudesse reciclar e reutilizar matérias das mesmas para a produção de mais produto ou de outro novo com o que pode ser utilizado das máscaras. Até porque todos os meses uma média de 129 bilhões (129.000.000.000) de máscaras são descartadas ao redor do globo.

Miguel C.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER