Temas de Capa

Vox Pop

A poucos dias das eleições federais, a especulação sobre o futuro próximo do Canadá começa a intensificar-se. 21 de outubro é dia de ir às urnas e o Milénio Stadium quis saber como algumas figuras portuguesas e luso-canadianas com ligações à política anteveem o desfecho do processo eleitoral, assim como o possível impacto para o país.

Ana Bailão, vice-presidente da Câmara Municipal de Toronto / Vereadora por Davenport

MS: What do you think that will be the results for the Election Day?

AB: Elections are difficult to predict. While there have been a number of potential outcomes reported in the media and elsewhere, we will have to wait for election night for the results.

MS: If Justin Trudeau does not win, or doesn’t win a majority, what do you think that contributed to this? (the SNS Lavalin, the “blackface” controversy or other?)

AB: There have been many issues debated through the course of this election and I think it is important for voters to review the policies offered by each party and then make their decision.  Most elections are decided by voters who take into account a number of issues, not just one.

MS: In case Andrew Scheer wins, will Canadians benefit from it, in your opinion?

AB: I have concerns with Mr. Scheer’s policy proposals but as noted previously, we should await for the final results on election night.

MS: In case the election results in a minority government, what is your perspective for Canada’s future?

AB: Minority governments are always a potential outcome of elections under our system of government.  Many very progressive policies have emerged from minority governments in Canada and elsewhere and many other countries have long experience with such outcomes.  If there is a minority government, I am sure it will be workable in terms of governing the country.

 

Michael Barcelos, ex-candidato a vereador pela Ward 20, Trinity-Spadina

MS: What do you think that will be the results for the Election Day?

MB: My belief is that on Election Day we will see a minority government elected.

MS: If Justin Trudeau does not win, or doesn’t win a majority, what do you think that contributed to this? (the SNS Lavalin, the “blackface” controversy or other?)

MB: There are multiple reasons why Justin Trudeau and the Liberals have lost support. It’s a combination of reasons. Mostly it’s because they campaigned on “Real Change”. They have had scandals and broken rules. I believe their biggest mistake has been not listening to citizens.

MS: In case Andrew Scheer wins, will Canadians benefit from it, in your opinion?

MB: If Andrew Scheer wins, I am concerned because the Conservatives don’t take climate change seriously. Many of us have had our homes flooded the last few years. It’s a real problem.

MS: In case the election results in a minority government, what is your perspective for Canada’s future?

MB: I think a minority government is what we need. Politicians need to be able to work out issues with comprise and consideration. This is what the rest of us do daily with our co-workers, friends and family.

 

Bento São José, fundador da Bento’s Travel

Milénio Stadium – Que expectativas tem em relação ao resultado das eleições?

BSJ: Penso que os vencedores vão ser os Conservadores. Talvez não ganhem com maioria, mas espero que ganhem porque temos a necessidade de controlar as dívidas da nação.

MS: If Justin Trudeau does not win, or doesn’t win a majority, what do you think that contributed to this? (the SNS Lavalin, the “blackface” controversy or other?)

BSJ: As pessoas no Canadá viram que muitas promessas, feitas em 2015, não foram cumpridas. Entre elas muitas promessas de controlar as despesas da nação. Eu acho que os problemas não são esses, o problema é que quando alguém promete algo, fica em dívida. E as pessoas ficam preocupadas que ele esteja novamente a prometer e não faz.

MS: In case Andrew Scheer wins, will Canadians benefit from it, in your opinion?

BSJ: Vai beneficiar. Em toda a parte do mundo há os comboios, e os comboios têm muita carroçaria mas sem ter a máquina para puxar o comboio. Nós no Canadá temos o que sucedeu no tempo do Bob Rae. Nós temos uma experiência enorme de como as pessoas fugiram e não havia trabalho para ninguém. Nós temos uma experiência enorme dos nossos sindicatos aqui no Canadá, nos anos 90, de não terem trabalho e andarem com o problema dos contratos, de não se qualificarem porque não havia trabalho. Portanto é necessário haver trabalho para pedirmos a ajuda dos patrōes. Se não houver patrōes, não há trabalho.

MS: In case the election results in a minority government, what is your perspective for Canada’s future?

BSJ: De início, ambos os partidos têm de aceitar as condições e os contratos que fizeram. Se eles se juntarem com outro partido e determinarem estabelecer certas formas e leis, têm de as fazer para que a nação possa continuar a andar. Não podem violar os acordos que fazem uns com os outros. Eu acho que é como um casamento. Se cada um não fizer a sua parte, a vida não vai para a frente. E no governo, se houver uma coligação, têm de cumprir aquilo que combinarem. O que até é bom, para a nação ser mais equilibrada.

 

Armindo Silva

Milénio Stadium – Que expectativas tem em relação ao resultado das eleições?

Armindo Silva – As minha expectativa (desejo) é que os eleitores expressem os seus desejos com base em informação correta e não se deixem manipular com as campanhas da social media como tem acontecido em outros países como, por exemplo: Estados Unidos e Reino Unido.

MS – Se Trudeau não ganhar as eleições ou se ganhar com minoria o que terá pesado mais no voto dos canadianos – o caso SNS Lavalin? O caso black/brown face? Ou o incumprimento de promessas políticas?

AS – Todos os contrapesos são importantes, mas o incumprimento das “promessas políticas” poderá ser o mais significativo.  Neste ponto as “promessas” foram feitas num mundo diferente. O comportamento das duas maiores economias do mundo, Americana e Chinesa, era mais estável, e as regras internacionais de comércio mais bem definidas.

MS – Se Scheer ganhar, o país vai ganhar também?

AS – Não posso comentar sobre a capacidade do Sr. Scheer. Quanto a promessas, não conheço ninguém que tenha conseguido completar tudo o que deseja. O que poderá afetar o Canada é o “learning curve” que qualquer um dos candidatos terá que seguir, enquanto Justin Trudeau já passou essa fase.

MS – Em caso de vitória com minoria, como pode vir a ser desenhado o futuro político do Canadá?

AS – Um Governo minoritário será um teste à maturidade dos nossos líderes. No passado resultou em algo positivo, como por exemplo o lançamento  do sistema de saúde. Se isso não acontecer os líderes estarão sujeitos a pagar o preço nas urnas. Espera-se que atuem como gente competente.  Aproveito para pedir a todos os cidadãos que cumpram o seu dever cívico. VOTEM.   

 

 

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close