Temas de Capa

Vox Pop

milenio stadium - voxpop - cannabis

 

O Canadá foi um dos países pioneiros na liberalização do uso medicinal da canábis. A nova regulação entrou em vigor no país em 2018 e possibilitou que pacientes com autorização médica comprem a substância de produtores regulamentados, ou até mesmo cultivem a planta, ou designem alguém para fazê-lo, para o consumo próprio. Para muitos o uso dessa droga representa alívio para dores e melhora da qualidade de vida. O assunto, no entanto, ainda é muito polémico e divide opiniões entre os profissionais da medicina. Enquanto alguns acreditam nos benefícios desse tratamento, especialmente para o alívio de dores crônicas causadas por certas doenças, outros acham que os malefícios causados por esse uso constante são maiores do que qualquer ajuda paliativa que possa significar. Muitos pesquisadores defendem que mais estudos e experimentos sobre o assunto são necessários. Nesta edição do Milénio Stadium nos propusemos a debater o uso da canábis medicinal, cuja produção é regulada pelo Governo federal, enquanto a regulamentação da distribuição cabe à província de Ontário. Mostramos também a visão de médicos especialistas, pacientes, empresários e da comunidade lusófona sobre o assunto.

Lizandra Ongaratto/MS

 

Francine Schüler, 50 anos, consultora de vendas

Qual sua opinião a respeito do uso da canábis como medicamento, ou seja, com fins terapêuticos?

Se você tivesse a recomendação do seu médico para o uso, o faria? Sou a favor. Acredito que as pesquisas médicas e estudos científicos já mostraram os benefícios que a canábis pode trazer para pessoas com diversas doenças. Se eu precisar não hesitaria em sim, fazer uso da substância. Uma planta natural, muito mais saudável do que muitos remédios desenvolvidos em laboratórios.

Conhece alguém que já fez ou faz uso de canábis medicinal?

Não conheço para uso medicinal.

O uso da canábis medicinal não é unânime entre a comunidade médica e a alegação é de que apesar de possíveis benefícios, existem efeitos colaterais e o potencial risco de abuso por parte do paciente. O que acha disso?

Acho que vários remédios causam dependência química muito séria, por isso é preciso o acompanhamento médico constante, e o bom senso do paciente. Ainda existe no próprio meio médico preconceito contra a maconha, algo enraizado culturalmente nas pessoas.

O Canadá foi um dos primeiros países a liberalizar o uso recreativo e medicinal de canábis. Acha que foi uma boa política adotada pelo Governo ou poderia haver mais tempo de espera, para divulgação de mais pesquisas e estudos sobre esse assunto?

Muito boa a iniciativa do Governo. Só assim consegue regular a venda, garantir a qualidade do produto e diminuir a venda no mercado negro. As pessoas já usavam de qualquer forma, seja para fins medicinais ou por diversão, então essa legalização só traz benefícios, na minha opinião.

 

Drew Robinson 52 years old, social worker

Qual sua opinião a respeito do uso da canábis como medicamento, ou seja, com fins terapêuticos? Se você tivesse a recomendação do seu médico para o uso, o faria?

I believe that medicinal Marijuana has proven to have many therapeutic properties, I use Marijuana recreationally so clearly would use it for medical reasons, especially if my doctor recommended it.

Do you know anyone that has used or still uses medical cannabis?

My elderly mother used medical Marijuana after surgery on her neck and I saw how beneficial it was to her recovery. It helped her relax and sleep well for the first time after she found the narcotics that the doctors prescribed not reducing her pain or allowing her to sleep well.

The use of cannabis for medical purposes is not unanimous among the medical community. Some professionals says that despite the possible benefits, there are side effects and the potential risk of abuse. What do you think about this?

I think that Marijuana has had so much misinformation spread about it, that the stigma of its negative effects clouds many professional’s judgment, without experience or proper education about the real benefits of medical Marijuana.

Canada was one of the first countries to liberalize the recreational and medical use of cannabis. Do you think the government should have waited a little longer to have more scientific data about it or do you think it was the right decision?

I absolutely believe that Marijuana, both medical and recreational should have been legalized years ago. I am a proponent of personal freedom to determine what a person puts in their body, specifically Marijuana which I feel is a benign substance that’s positive properties greatly outweigh the negative. Alcohol is legal and has been for a very long time and is in my opinion a much more dangerous substance than Marijuana.

 

Pedro Antunes, 37 anos, comerciante

Qual sua opinião a respeito do uso da canábis como medicamento, ou seja, com fins terapêuticos? Se você tivesse a recomendação do seu médico para o uso, o faria?

Sou totalmente a favor especialmente quando se trata literalmente de cuidado com a saúde, ou seja, para fins terapêuticos. Eu aceitaria a recomendação médica, assim como normalmente aceitaria a recomendação de outros produtos indicados pela medicina. Ou seja, aceitaria através da eficácia comprovada por estudo.

Conhece alguém que já fez ou faz uso de canábis medicinal?

Não conheço muitas pessoas que fazem uso medicinal de canábis.

O uso da canábis medicinal não é unânime entre a comunidade médica e a alegação é de que apesar de possíveis benefícios, existem efeitos colaterais e o potencial risco de abuso por parte do paciente. O que acha disso?

Acho que a canábis chega ao mercado carregada com um preconceito social devido a maneira como ela foi enquadrada, droga ilícita, durante muitos anos. Efeitos colaterais e potencial risco de abuso por parte do paciente são situações que precisam ser tratadas individualmente, ou seja, caso a caso, pelo médico que prescreveu o medicamento. De maneira geral, isso acontece com diversos outros medicamentos, então não vejo nenhuma novidade ou risco descontrolado até então.

O Canadá foi um dos primeiros países a liberalizar o uso recreativo e medicinal de canábis. Acha que foi uma boa política adotada pelo Governo ou poderia haver mais tempo de espera, para divulgação de mais pesquisas e estudos sobre esse assunto?

Acho que qualquer país quando decide transformar algo ilícito em algo lícito, precisa estar muito ciente das vantagens e desvantagens que uma decisão desse tamanho pode causar. Para o Canadá particularmente, penso que as vantagens são mais visíveis do que as desvantagens. Tirar a canábis do caminho do tráfico de drogas, permitir empresas de explorar o cultivo e a comercialização, explorar os potenciais terapêuticos são exemplos do que está ocorrendo agora e que parece se sobressair sobre as desvantagens, das quais não me recordo de nenhuma.

 

Beth Pegganotti, 51 anos, instrutora de Yoga

Qual sua opinião a respeito do uso da canábis como medicamento, ou seja, com fins terapêuticos? Se você tivesse a recomendação do seu médico para o uso, o faria?

Absolutamente sim. O assunto é polémico, estudos mostram que é eficaz, aprovo totalmente o uso medicinal. Existem ainda alguns países que não reconhecem a terapia medicinal mesmo com o avanço científico.

Conhece alguém que já fez ou faz uso de canábis medicinal?

Sim, conheço alguém que usa para amenizar transtornos bipolares. O método usado foi testado de várias formas, atualmente essa pessoa ainda permanece em tratamento.

O uso da canábis medicinal não é unânime entre a comunidade médica e a alegação é de que apesar de possíveis benefícios, existem efeitos colaterais e o potencial risco de abuso por parte do paciente. O que acha disso?

Certamente que sim. O uso tem que ser ciente na causa, uma vez detectado por médicos os benefícios, também tem o lado psicológico que pode ser alterado, não falo na dependência, mas sim o consumo exagerado dos pacientes em busca de uma melhora.

O Canadá foi um dos primeiros países a liberalizar o uso recreativo e medicinal de canábis. Acha que foi uma boa política adotada pelo Governo ou poderia haver mais tempo de espera para novas pesquisas e estudos sobre essa questão?

O Governo do Canadá aprovou porque existem estudo científicos que comprovam a eficácia em tratamentos como prática medicinal. Também tem o lado financeiro, o Governo lucra com a produção e venda. Para se ter uma idéia sobre o potencial da canábis, o aumento das ações no mercado financeiro neste ramo é grande, especialistas da área econômica aprovam a compra de ações como investimento de lucro. O site Investopedia tem dados e números sobre isso.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER