Temas de Capa

Viver em Toronto: Sonho ou Realidade?

O custo de vida em Toronto tem aumentado exponencialmente ao longo dos últimos anos e a subida do ordenado mínimo para 14 dólares não só não resolveu como talvez até o tenha agravado. É um assunto cada vez mais preocupante para as gerações mais novas que ponderam se conseguirão continuar a viver aqui. E quem chegou há pouco tempo, pensa duas vezes antes de fazer planos para assentar em Toronto definitivamente, tendo em conta que o preço das casas não é realista para um recém-chegado.

Segundo um novo relatório da LowestRates.ca, em 2019 custa a um millennial, com idades entre os 18 e os 34 anos, cerca de $3,225 para ir apenas vivendo em Toronto. Este valor teve um aumento de $475 comparado com o ano anterior. O que significa que, por ano, terá de ganhar $49,545 (antes de impostos) e isto, sem poupar, apenas para cobrir os gastos mensais. Os especialistas financeiros aconselham que se poupe 20% dos rendimentos para a futura compra de uma casa e até para a reforma. Nesse caso, tendo em conta esta estimativa, uma pessoa terá de ganhar anualmente $50,134 (antes dos impostos) para conseguir viver nesta cidade e conseguir poupar ao mesmo tempo.

Uma das opções será ir para fora da cidade, embora se poupe em renda, acrescenta-se um novo gasto. Será necessário um carro para nos deslocarmos e, com isso, vêm os seguros, sendo que Ontário é a província com as taxas mais altas (para quem é jovem ronda os $400), além dos gastos de manutenção e gasolina. Considerando que a maioria dos empregos estão na cidade, se tomarmos a decisão de viver fora iremos perder mais tempo no trânsito… mais um problema que a cidade terá de repensar.

Segundo a Generation Squeeze (um grupo sem fins lucrativos) em média, no Canadá, são precisos 13 anos de trabalho a full-time para que aqueles que têm entre 25 a 34 anos poupem 20% do preço médio de uma casa. Em Toronto, a idade minima já são 21 anos para poupar essa mesma percentagem.

Esta geração, incluindo eu, crescemos com a crise em Portugal e aprendemos que já não existem trabalhos vitalícios e que a vida muda muito rápido, portanto temos de estar preparados. A realidade é que poderíamos poupar mais se fossemos como as gerações anteriores que se dedicavam apenas a trabalho-casa, mas se há coisa que os nossos pais nos dizem sempre é que temos de aproveitar agora. E, por isso, não abdicamos de férias nem de entretenimento, mas tem de haver um equilíbrio e, acima de tudo, temos de saber os limites das nossas possibilidades e estipular prioridades. Claro que estes são valores médios e, realisticamente, se quisermos algum dia comprar casa em Toronto temos de reduzir os nossos gastos ao mínimo. São muitos aqueles que compram casa mas que não o fariam sem a ajuda dos pais. E quem não tem essa ajuda, ou pensa em poupar e voltar a Portugal, investir noutro lado ou escolhe viver fora de Toronto.

Se vamos para fora, os gastos com habitação são menores mas temos menos opções de trabalho. Se ficamos na cidade, temos trabalho mas esse pode não chegar para cobrir as nossas despesas. Na minha opinião, os millennials procuram trabalhos flexíveis e, sobretudo, trabalhos que possam fazer em qualquer lado. Na era da tecnologia e da internet, sendo a maioria dos trabalhos desempenhados ao computador, deixa margem para que seja feito em qualquer lugar. Dessa forma, as empresas diminuem os seus custos porque não têm de ter uma sede, e ao mesmo tempo, os trabalhadores podem viver em zonas mais baratas e continuar a ter emprego. Talvez esta seja uma solução a que vamos recorrer cada vez mais no futuro.

Quando vimos para Toronto, vimos à procura de mais oportunidades. E apesar do custo de vida estar a aumentar cada vez mais, pelo menos temporariamente ainda é mais sustentável do que em Portugal e conseguimos poupar mais. O custo de vida em Toronto é o preço a pagar para viver numa grande cidade, teríamos o mesmo problema em Lisboa. Se algum dia vou comprar casa aqui? Provavelmente não, mas aqui existe mais trabalho e enquanto ainda conseguir poupar, vou ficando.

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close