Temas de Capa

Viagens em grupo: Traz outro amigo também…

Viajar em grupo pode ser uma experiência divertida e que fortalece laços de amizade ou familiares. Além de inesquecíveis, costumam oferecer pacotes muito completos e com descontos. Esta semana conversámos com Ricardo Viveiros, proprietário da agência de viagens Turismo Travel, para perceber melhor o que é tão apelativo nas viagens de grupo.

Milénio Stadium: Porque é que há cada vez mais pessoas interessadas neste tipo de viagem?
Ricardo Viveiros: Há várias razōes mas, normalmente, um dos motivos principais para viajar em grupo é poder estar com os amigos. Muitas vezes é também para conhecer pessoas novas. Há grupos que vão, por exemplo, em casais e depois durante a viagem conhecem outras pessoas e ficam amigos. Normalmente pessoas que são do mesmo país ou que falam a mesma língua e começam a criar novas amizades. Outra razão é a segurança. Vão para um lugar onde não conhecem nada e, com uma viagem de grupo, está tudo organizado, tudo feito para eles, não têm de se preocupar com nada. As viagens, os hotéis, está tudo preparado. E para grupos grandes conseguimos sempre encontrar descontos superiores. Em muitas excursōes há também guias que dão muita informação e orientam de uma forma que uma pessoa que vai sozinha tem de fazer muito mais esforço e pesquisa para encontrar.

MS: Este mercado é popular entre a comunidade portuguesa?
RV: Sim, muito. As excursões de inverno para as Caraíbas, por exemplo, sao muito famosas. Várias plataformas de rádio e televisão anunciam esses cruzeiros porque atraem artistas de Portugal e da comunidade. As pessoas gostam de ter aquele momento português durante, por exemplo, as suas férias em Cuba. Além disso, nem toda a gente fala bem uma segunda língua, por isso torna-se mais confortável quando vão em grupo e estar com pessoas que falam o mesmo idioma.

MS: Atualmente está em voga o turismo temático, como o turismo desportivo que costuma também estar associado ao grupos.
RV: Nos últimos anos este turismo está a crescer muito. Por acaso o nosso escritório é um agente oficial do Santa Clara e, quando há jogos lá, está sempre tudo organizado para os nossos clientes. As pessoas organizam-se em grupos de quatro ou cinco amigos que querem ir ver o jogo e ao mesmo tempo querem conhecer São Miguel. Neste caso, é uma vantagem poder juntar a oportunidade de apreciar o desporto e visitar o lugar.

MS: Quais são os conselhos que deixa para quem ainda quer viajar este ano?
RV: Eu recomendo a Europa. As Caraíbas, nesta época do ano – setembro ou outubro – podem ser perigosas por causa dos furacōes. Mas a Europa nesta altura está muito mais calma, com menos turistas, caso a pessoa queira conhecer Lisboa, Madrid, os Açores… Dá para ir à praia à vontade, pode ir a qualquer restaurante à vontade porque já não há aquele movimento forte. E o mês de agosto é sempre o mais caro para ir à Europa, sendo que em setembro já começa a baixar, o que também é bom.

MS: Que destinos tiveram mais procura este verão?
RV: Na nossa agência o mais popular foram o Porto e os Açores. É claro que nós trabalhamos com muitos portugueses e grande parte das pessoas tem família e amigos em Portugal. O Porto é sempre um dos destinos mais populares para nós todos os verōes, vende muito bem. Agora, além da comunidade portuguesa, também há muitos canadianos a ir para lá, a querer conhecer o Porto. Antigamente as pessoas só queriam ir conhecer Lisboa, mas agora o Porto está a ficar cada vez mais popular no mercado canadiano.

Telma Pinguelo

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close