Temas de Capa

Vacina contra a COVID-19 vai enfrentar um “obstáculo final”. Será que vai ter sucesso?

O mundo aguarda, com muita ansiedade, uma vacina ou tratamento que devolva às pessoas a vida normal, o que é de facto o conceito de viver. Contudo, tal como desde cedo se percebeu, as investigações para uma vacina demoram o seu tempo, apesar de ouvirmos dizer que nunca se investigou tanto e em tão pouco tempo como tem acontecido. No entanto, quando aparecer a vacina, ela vai enfrentar um desafio final, segundo refere Bill Gates.

 

Vacina contra a COVID-19 vai-capa-mileniostadium
O mundo aguarda, com muita ansiedade, uma vacina ou tratamento que devolva às pessoas a vida normal. Foto: DR

 

Apesar do filantropo concordar com Anthony Fauci, conhecido imunologista americano, que referiu ser possível uma vacina pronta no final de 2020 ou no início de 2021, o mundo não vai ficar logo todo bem!

Existirá uma vacina, mas será que as pessoas a vão tomar?

Com toda a probabilidade, haverá uma vacina para o novo coronavírus SARS-CoV-2, vírus que provoca a COVID-19. Não há uma ideia de quão eficaz será. Além disso, não se sabe quanto tempo durará qualquer imunidade. No entanto, o diretor do NIAID, Anthony Fauci, disse no Congresso Norte Americano, em junho, que uma vacina poderá estar pronta para ser lançada ao público no final de 2020.

Segundo Bill Gates, a vacina chegando terá de ser possível ultrapassar um obstáculo final. Assim, numa entrevista à CNN, o antigo homem forte da Microsoft lembrou que uma vez pronta, uma vacina segura e eficaz, terá de ser realmente usada pelas pessoas, e a aceitação ou resistência a ela será o que ele chamou de “obstáculo final”.

O responsável pela Fundação Bill e Melinda Gates, que tem apoiado com muitos milhões de dólares projetos no âmbito cientifico, referiu que o cenário global e nos EUA é ainda “mais sombrio” do que ele esperava que fosse a esta altura. Além disso, Gates alertou que ainda pode piorar no outono. Também deixou claro que os EUA não estavam a fazer o suficiente para combater o vírus, embora os testes finalmente tenham aumentado.

COVID-19: Políticas erradas levam a resultados trágicos

Na entrevista, Bill Gates referiu que não basta haver tecnologia. Isto, porque as políticas para gerir estas situações são fundamentais. Aponta que foi o que falhou nos EUA. Cada estado americano tomou a sua gestão e nem sempre houve resultados positivos. O país continua mergulhado em números terríveis.

Gates diz que uma vacina mudará tudo. A sua opinião alinha-se com a do Dr. Fauci, que tem a convicção de que uma vacina estará disponível até o final de 2020 ou no início de 2021. Segundo a OMS, existem mais de 140 vacinas atualmente em desenvolvimento e, como relatamos nas últimas semanas, algumas já estão a aproximar-se dos ensaios da Fase 3.

No entanto, Gates acredita que o maior obstáculo não é desenvolver ou distribuir a vacina – é convencer as pessoas a usá-la. Esta doença está a levar a outro nível certas questões sociais.

“Se for uma ótima vacina, incluindo o bloqueio da transmissão, todos se beneficiarão do facto de 70 a 80% das pessoas tomarem a vacina. Deveremos conseguir imunidade de grupo, se atingirmos este nível, para que realmente pudessem – exponencialmente – diminuir os números”, referiu Bill Gates.

Apesar de esta vacina poder ser efetivamente viável, com o período de teste extraordinariamente acelerado, será “um desafio conseguir que a base de dados de segurança construa a confiança” nas pessoas. No entanto, ele pensa que a maioria das pessoas será vacinada, ou pelo menos o suficiente para começar a voltar à normalidade.

Sapo/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW