Temas de Capa

Taxa de emprego aumenta em seis províncias

Embora a economia canadiana tenha perdido 24,000 postos de trabalho em Julho deste ano, ainda assim existem mais vagas de emprego do que em relação a 2018.

Segundo o último relatório da Federação Canadiana de Negócios Independentes – Canadian Federation of Independent Business (CFIB) – no segundo trimestre deste ano existiam 429,000 vagas de emprego no sector privado, mais 23,000 do que em relação ao mesmo período do ano passado.

Os números da Federação vão de encontro aos últimos dados da Statistics Canada que destaca o aumento de vagas de emprego disponíveis no sector público e privado. Segundo o relatório que foi divulgado em junho, no primeiro trimestre deste ano existiam 506,000 vagas de emprego, mais 44,000 do que no mesmo período de 2018.

O relatório da CFIB baseou-se em 2,101 negócios e revelou uma variação considerável de região para região. Enquanto que a média nacional da taxa de emprego ronda os 3,2%, o mesmo que em Ontário, no Quebec e na Colúmbia Britânica a taxa de emprego ronda os 3,9%.

Em Alberta, as vagas de emprego encolheram para 1,9% e em Saskatchewan para 2,1%. Já em Newfoundland e Labrador a taxa aumentou para 2%; em Prince Edward Island para 2,2%; na Nova Scotia para 2,3% e em Manitoba para 2,6. New Brunswick está ligeiramente abaixo da média nacional e apresenta uma de emprego de 3,1%.

Comparado com o primeiro trimestre de 2018, a Statistics Canada revela que no primeiro semestre do ano o emprego cresceu em seis províncias e um território. Em maio a taxa de desemprego, a nível nacional, foi de 5,4%, a mais baixa em 43 anos. Em junho a taxa de desemprego aumentou para 5,5% e em julho para 5,7%.

O Produto Interno Bruto (PIB) canadiano no primeiro trimestre de 2019 foi de $327,967 milhões. O indicador económico caiu 0,1% e este é o ritmo mais lento desde o segundo trimestre de 2016.

Nos últimos meses vários economistas têm alertado para a possibilidade da economia mundial poder enfrentar uma nova recessão. Se de fato vier a acontecer ao todo são oito as economias em risco de entrar em recessão técnica, ou seja, com dois trimestres consecutivos de quebras no PIB. Para já o Canadá não faz parte da lista.


Autor(a): Joana Leal
Fonte:

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

Close
Close