Temas de Capa

Quanto vale uma vida?

Caro leitor, Como está?

Mais uma semana que dobrou a esquina e continuamos a aguardar que nos “levantem gradualmente o véu da normalidade – mais de seis semanas volvidas em confinamento, isolamento, ou o que lhe queira chamar. Dizem e falam a meia dúzia de políticos, que nós próprios elegemos, que durante e até ao final desta semana, possamos tratar de voltar a “sentir”, pelo menos em papel, algum bocadinho de normalidade. Estes mesmos políticos que nos tiraram o tapete “da liberdade” que possuíamos e de todo apreciávamos. Pensando sempre ser um bem adquirido… ERRADO!

A questão que lhe coloco é a seguinte – com o abalo económico no qual vivemos atualmente e que tardará a ser recuperado, aliás este ano simplesmente será “apagado” dos nossos calendários – pergunto eu:

Quanto vale uma vida?

Quanto vale a nossa vida?

Teremos nós, sociedade, capacidade de obter num todo Imunidade Adquirida?  Em que condições seremos nós retirados “desta jaula provisória de quarentena“, na qual todos nós fomos colocados

Que garantias nos serão fornecidas para que, gradualmente, possamos retomar as nossas vidas, as quais pensávamos ser mesmo tão nossas?

Não seria uma prática adequada para um país de primeiro mundo, no qual nós vivemos, que todos nós cidadãos, sem ter em conta a classe etária ou o status, infetados ou não, fossemos todos testados ?

Não viria daí, uma maior certeza de que, estaríamos ou não, aptos a “saltar” de novo para uma sociedade que, ao fim do dia, não nos garante essa tal imunidade?

O receio, o medo, a ansiedade…  esses… irão permanecer por algum tempo, e sem pagarem aluguer.

Ficamos então no aguardo da resposta à questão…

Quanto vale uma vida? Quanto vale a nossa vida?

Cristina da Costa/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW