Temas de Capa

O nosso estado de saúde, sanidade mental e os tempos estranhos que vivemos

O nosso estado de saúde-canada-mileniostadium
Foto: DR

Caros leitores,

Uma excelente sexta-feira para todos.

Num ápice, por entre um abrir e fechar de olhos, mais uma sexta-feira a bater-nos à porta.

Esta semana, e como todas as semanas, o Milénio Stadium busca assuntos e conversas que interessam a todos nós e, principalmente, em tempos estranhos como os que atravessamos. Falamos sobre saúde mental. Alguns factos e consequências de um estado de uma sociedade mundial que se aflige mais e mais durante esta pandemia.

Após alguma pesquisa, trago-vos factos reais de um assunto sobre o qual muito poucas pessoas gostam de falar e que, muitas das vezes, caso se falasse, se poderia efetivamente evitar muitas calamidades.

Uma das principais causas de muitos problemas que, de uma forma ou de outra, passam por todos nós tem um nome muito peculiar:

DEPRESSÃO

Não se trata de falta de força de vontade. É uma doença que tem sintomas, particularidade e, acima de tudo, tratamento.

TRANSTORNO BIPOLAR

É também importante perceber se alguém que nos é querido sofre de transtorno bipolar. As oscilações de humor características do transtorno bipolar não são imediatas. As fases de mania e de depressão do paciente podem durar semanas e até meses.

ESQUIZOFRENIA

Existe ainda a esquizofrenia. Há que diagnosticar, mas primeiro entender o que a causa. A compreensão familiar a respeito da esquizofrenia, bem como a consciencialização sobre os sintomas e suas consequências, é essencial para o cuidado e tratamento do paciente.

DEPENDÊNCIA QUÍMICA

Na maioria dos casos a dependência química, tende a “adormecer” ou “neutralizar” o paciente. As substâncias que geram dependência química têm como característica tornar o dependente menos sensível a ela, demandando maiores quantidades para alcançar o mesmo efeito. Se sofre destes sintomas não oculte, procure ajuda de um profissional.

TRANSTORNO OBSESSIVO COMPULSIVO (TOC)

O Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) é conhecido como a “doença do segredo” pois, na maioria das vezes, os pacientes tentam esconder os seus sintomas compulsivos, o que atrasa a procura por tratamento médico especializado.

TERAPIAS DE NEUROESTIMULAÇÃO

Existem também as terapias de neuroestimulação que são modernas e humanizadas, feitas com anestesia e de modo a praticamente anular os seus efeitos colaterais.

INTERNAMENTO

Importante também é o internamento que, por ser um ato médico, obedece a critérios técnicos e clínicos definidos e não pode sofrer descriminações de ordem moral, religiosa, ideológica ou política.

RESSOCIALIZAÇÃO

Vários médicos optam pela ressocialização que é parte fundamental do tratamento em quadros graves, permitindo que o paciente retorne aos poucos ao convívio social, com acompanhamento médico e no tempo certo.

CETAMINA

O uso da Cetamina como medicamento já demonstrou a sua eficácia no tratamento da depressão, apresentando resultados principalmente entre pessoas resistentes a medicamentos antidepressivos.

E terminando com estatísticas muito reais sobre a…

SAÚDE MENTAL

Pelo menos 25% da população mundial tem ou terá algum tipo de transtorno mental. No entanto, a grande maioria dos distúrbios tem cura ou tratamento.

Basta agora a todos e qualquer um tentar identificar, em nós e em quem mais próximo de nós está, estas características para que possamos ajudar de uma forma eficaz. Caso não possamos ajudar, pelo menos devemos passar a palavra a quem o possa fazer.

Nunca julgar quem nós pensamos que esteja a sofrer deste ou qualquer outro problema mental. Recorde-se que nem todas as pessoas têm as mesmas características – a mesma força de vontade ou objetivos em mente.

Nestes tempos difíceis que ultrapassamos, todos enfrentamos a nossa realidade de uma forma distinta. O falar sobre não tem de ser encarado como uma fraqueza. Por vezes, uma palavra sincera e um ombro amigo fazem milagres.

Continuação de uma excelente sexta-feira. Coragem. Saúde e cuidem-se.

Até já,

Cristina Da Costa/MS

 

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW