Temas de Capa

Há quem tente lucrar com o COVID-19

Sempre que enfrentamos tempos difíceis, vemos o melhor e o pior. Para contrariar as notícias que nos mostram os aumentos dos casos um pouco por todo o mundo. Surgem também notícias que nos mostram a bondade, a responsabilidade social, a união das famílias, amigos e desconhecidos e, acima de tudo, a dedicação dos profissionais de saúde. Por outro lado, somos também alertados para causas menos nobres, onde o ego e egoísmo utilizam um momento de fraqueza mundial para gerar lucro.

Com a pandemia do COVID-19 surgiram os mais variados esquemas para os quais o queremos alertar.

A propagação de informação falsa para causar o pânico ou informação manipulada para incentivar a venda de um determinado produto.

A compra de grandes quantidades de um determinado produto, normalmente máscaras e gel desinfetante, para depois ser feita a revenda a um preço muito mais alto.

Em Toronto, a polícia alertou que existem pessoas a ir de porta em porta para vender kits de teste ao Covid-19 que são falsos e a oferecer falsos serviços de descontaminação.

A polícia alerta ainda que existem pessoas disfarçadas de polícias que tentam multar pessoas por não utilizarem máscara. O que não é obrigatório e deve ser feito apenas se houver a possibilidade de estarmos doentes e contaminarmos outras pessoas.

O Centro Antifraude Canadiano alerta ainda os residentes para esquemas de investimento em ações que supostamente subiram devido ao surto do vírus, através de anúncios enganosos.

Não abrir e-mails que prometem curas milagrosas com links duvidosos.

Organizações de caridade fraudulentas que pretendem a angariação de dinheiro para vítimas ou para pesquisa.

Como nos protegermos?

Prestar atenção e questionar a informação que recebemos. Optar por fontes de informação fidedignas como o Public Health Agency of Canada, o World Health Organization, os conselhos do Canadian Anti-Fraud Centre, os meios de comunicação mais conhecidos e a informação vinda do Governo.

Inês Carpinteiro/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW