Temas de Capa

Governo de Ontário reconhece impacto da Covid-19 nas mulheres

O governo federal alocou $1,5 mil milhões para as províncias para apoiar programas de formação e requalificação profissional e o Governo de Ontário apresentou recentemente o seu plano e orçamento e destinou $260 milhões, até 2021, para ajudar cerca de 230.000 pessoas a receber formação e a encontrar um novo emprego. Cada pessoa elegível pode receber até $2.000 e o governo financia até 50% das despesas elegíveis. Desta forma as pessoas que estão desempregadas vão poder apostar em formação para continuarem a preencher os requisitos do mercado de trabalho.

Alguns dos programas específicos para permitir que as mulheres têm formação e voltam ao mercado de trabalho são o Pre-Apprenticeship Training Program; Ontario Youth Apprenticeship Program e Skills Ontario Young Women’s Initiatives.

Governo de Ontário reconhece-canada-mileniostadium
Ministra Associada para as Crianças e Assuntos das Mulheres, Jill Dunlop. Créditos: Facebook

Numa nota enviada à nossa redação, a diretora de comunicação da ministra associada para as Crianças e Assuntos das Mulheres, Hannah Anderson faz saber que o governo reconhece o impacto significativo da COVID-19 nas mulheres, tanto em casa como no local de trabalho. “Sabemos que existem desafios adicionais que as mulheres estão a enfrentar, como o aumento da insegurança económica, maior carga de responsabilidades para cuidar das crianças, um aumento na incidência de violência doméstica e um risco elevado de exposição ao vírus devido à sua super-representação em empregos de linha de frente, como como nos cuidados de saúde”, refere o comunicado.

Mais 30.000 vagas para creches

O Governo de Doug Ford também entende “o papel crítico que as creches desempenham no apoio à participação de mulheres no mercado de trabalho” e informa que é preciso garantir que as mulheres não são deixadas para trás e que vão voltar ao mercado de trabalho. “O nosso orçamento de 2021 reitera o compromisso do nosso governo de criar até 30.000 novas vagas para creches, incluindo até 10.000 vagas em novas escolas. No inverno de 2021, mais de 20.000 novos espaços foram aprovados”, avança a nota.

A pandemia afetou mais determinadas áreas e setores como a hotelaria, retalho e restauração, onde trabalhavam muitas mulheres. Mas o encerramento das creches e das escolas também fez com muitas mulheres tivessem que decidir entre a carreira profissional e a família, e a última falou mais alto. O Governo de Ontário reservou mais $400 milhões para os próximos três anos para apoiar o turismo, hotelaria e restauração. Com os $225 milhões que tinham sido anunciados anteriormente, o investimento total chega agora a mais de $525 milhões desde o início da pandemia.

Para ajudar os pais com os custos adicionais criados pela COVID-19, como desinfeções, tecnologia e internet, o Governo de Ontário vai pagar mais aos pais por cada criança. O Benefício Infantil COVID-19 de Ontário vai duplicar e cada família vai receber $400 por criança e $500 por crianças com necessidades especiais. Quem se inscreveu antes para este apoio vai recebê-lo agora de forma automática e quem nunca se inscreveu pode fazê-lo agora.

O gabinete de imprensa de ministra associada para as Crianças e Assuntos das Mulheres, Jill Dunlop, esclarece que vão dedicar $117,3 milhões para criar empregos e dar formação apenas para as mulheres que enfrentam as maiores taxas de desemprego durante a pandemia, o que inclui mulheres de diferentes grupos étnico-raciais, indígenas, jovens e com deficiências.

As mulheres empresárias e donas de empresas vão poder recorrer a programas como o Digital Main Street e o Ontario Small Business Support Grant. No campo das creches o Governo de Ontário vai “expandir o crédito fiscal do Childcare Access and Relief from Expenses (CARE), que ajuda mães e pais com os custos de cuidados infantis, que permite que os pais escolham o cuidado certo para os seus filhos”.

A violência doméstica e o tráfico humano também vão ter um reforço financeiro. “Cerca de $ 18,5 milhões ao longo de três anos, começando em 2021–22, no Programa de Apoio à Habitação de Transição, para apoiar vítimas de violência doméstica e sobreviventes de tráfico humano a encontrar e a manter habitação acessível e para ajudá-los na transição para a independência”.

O Governo de Ontário vai criar uma task-force para acompanhar o processo de eliminação de barreiras que afetam de forma desproporcional as mulheres. A task-force vai aconselhar o governo sobre uma economia que vai ser diferente quando a pandemia terminar e vai contar com as opiniões dos setores público, privado e sem fins lucrativos. “O nosso governo continua a trabalhar arduamente para incluir mais mulheres no mercado de trabalho, porque sabemos que não há recuperação real de Ontário sem mulheres”, termina a nota.

Joana Leal/MS

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER