Temas de Capa

2010-2019 – Alterações Climáticas – a década das evidências

Ao longo desta década que termina foram muitos os fenómenos climáticos extremos que atingiram o nosso planeta, alguns foram dos mais intensos já registados. Seguem alguns exemplos.

Ciclones Tropicais:

18 de outubro de 2010, Tufão Megi atinge as Filipinas, 69 mortos e 709milhões de dólares de danos; 16 de dezembro de 2011, Tempestade Tropical Washi atinge Mindanao, mais de 1000 mortos e milhares de feridos e desaparecidos; 25 de outubro de 2012, Furacão Sandy atinge Cuba, Jamaica, Porto Rico e E.U.A., pelo menos 233 mortos, é considerada a maior tempestade tropical atlântica; 2 de dezembro de 2012, Tufão Bopha atinge as Filipinas, 650 mortos e milhões de desalojados; 7 de novembro de 2013, Tufão Haiyan atinge as Filipinas, pelo menos 6.000 mortos e mais de 1.000 desaparecidos, sendo o mais mortífero Tufão de sempre nas Filipinas; 13 de dezembro de 2015, Tufão Melor, atinge as Filipinas, 42 mortos e 136 milhões de danos; 20 de fevereiro de 2016, Furacão Winston atinge as Ilhas Fiji, 44 mortos e 1.400 milhões de dólares de danos sendo o tufão que mais prejuízos financeiros provocou na história do Pacífico Sul; 28 de setembro a 7 de outubro de 2015, Furacão Joaquim devastou as Bahamas, Antilhas e Bermuda; 28 de setembro a 9 de outubro de 2016, atinge o Haiti, E.UA., Antilhas e Bahamas, 603 mortos e uma enorme devastação; 23 de agosto de 2017, Furacão Harvey atinge o Texas provocando cerca de 198 mil de milhões de dólares de prejuízos; 30 de agosto a 16 de setembro de 2017, atinge Cuba, Antígua e Barbuda e E.U.A., provocando enorme destruição e prejuízos; 16 de setembro de 2017 a 3 de outubro de outubro de 2017, Furacão maria atinge a Rép. Dominicana e Porto Rico, provocando destruição e uma enorme crise humanitária; 15 de setembro de 2018, Tufão Mangkhut atinge as Filipinas, 95 mortos; 7 de outubro a 16 de outubro de 2018, Furacão Michael atinge a Florida e Cuba, 74 mortos; 15 de março de 2019, Ciclone Tropical Idai, atinge Moçambique, África do Sul, Malawi e Zimbabué, mais de 1.000 mortos e 7 milhões de dólares de prejuízos; 14 de julho de 2019, Furacão Barry atinge o Louisiana no E.U.A. provocando cheias com enormes prejuízos; 1 de setembro de 2019, Furacão Dorian atinge Bahamas, Barbados, Porto Rico E.U.A. e Canadá, 25 mortos e imensos prejuízos; 27 de setembro a 2 de outubro de 2019, Furacão Lorenzo atinge os Açores, Irlanda e Reino Unido, 12 mortos.

Inundações:

Julho de 2010, Paquistão, chuvas das monções provocam mais de 1.600 mortos, milhares de desalojados, afetando mais de 13 milhões de pessoas; 11 de janeiro de 2011, Rio de Janeiro-Brasil, chuvas torrenciais provocam inundações e deslizamentos de terras, 903 mortos; 19 de junho de 2013, Alberta- Canadá, as maiores inundações em décadas provocam enormes prejuízos;

Ondas de Calor e Incêndios:

24 de maio de 2015, Índia, onda de calor provoca a morte de mais de 2.500 pessoas; 20 de junho de 2015, Paquistão,  onda de calor provoca mais de 2.000 mortos; 1 de maio de 2016, Incêndio Florestal de Fort McMurray, destrói mais de 2.400 casas e edifícios obrigando à maior evacuação na história de Alberta no Canadá; 17 de julho e 15 de outubro de 2017, Incêndios Florestais em Portugal e na Galiza, 120 mortos e 32 feridos; 8 a 25 de novembro de 2018, Incêndio Florestal na Califórnia, 85 mortos; janeiro de 2019 e meses seguintes, Amazónia-Brasil, Bolívia, Perú e Paraguai, Fogos Florestais incontroláveis e gigantescos; agosto de 2019 e meses seguintes, Fogos Florestais na Austrália incontroláveis.

Durante estes últimos 10 anos foram publicados o maior número de estudos e relatórios de sempre. Foram realizados fóruns e cimeiras mundiais com a problemática do clima, aquecimento global e alterações climáticas, como nunca aconteceram antes. Que as evidências despertem e convençam aqueles que ainda não respeitam a natureza.

Paulo Gil

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER