Portugal

Testes rápidos devem ser aplicados em surtos em escolas ou lares

Testes rápidos devem ser aplicados em surtos em escolas ou lares
Lisboa, 28/4/2020 – Testes serológicos rápidos (POCT) para deteção de IgM e IgG para a doença Covid-19. A Fundação Champalimaud, que foca a sua investigação em neurociências e no cancro, está a fazer testes serológicos no âmbito da pandemia que permitem testar a imunidade ao SARS-CoV-2, o coronavírus que provoca a doença Covid-19.
(Reinaldo Rodrigues

A Estratégia Nacional de Testes para SARS-CoV-2, publicada esta segunda-feira, determina que em situações de surto em escolas, lares ou outras instituições devem ser utilizados preferencialmente testes rápidos no sentido de aplicar “rapidamente as medidas adequadas de saúde pública”.

“Em situação de surto (como, por exemplo, escolas, estabelecimentos de ensino, Estruturas Residenciais Para Idosos (ERPIs) e instituições similares/fechadas) devem ser utilizados, preferencialmente, testes rápidos de antigénio (TRAg)”, refere a estratégia divulgada esta segunda-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o documento, “os testes devem ser realizados pelas equipas de Saúde Pública indicadas para a intervenção rápida (incluindo a obtenção de resultados dos testes laboratoriais utilizados em menos de 12 horas), em articulação intersectorial com os parceiros municipais, ou outras, de forma a implementar rapidamente as medidas adequadas de saúde pública”.

JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER