Portugal

Surto no IPO de Lisboa com 20 casos de covid-19

A diretora-geral da Saúde confirmou, esta quarta-feira, a existência de casos positivos de covid-19 em profissionais de saúde e doentes do IPO de Lisboa.

Na conferência de imprensa diária sobre a pandemia, Graça Freitas revelou que foram “identificados casos [de covid-19] em dois profissionais de saúde, assintomáticos” no IPO de Lisboa e, “na sequência desta testagem, procuraram-se outros” casos, tendo sido registados doentes positivos e mais profissionais de saúde positivos.

A Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, durante a conferência de imprensa diária sobre o novo coronavírus (covid-19), realizada no Ministério da Saúde, em Lisboa, 11 de junho de 2020. Portugal regista até ao momento 1.504 mortes associadas à covid-19, e 35. 910 infetados , segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).Desde o dia 03 de maio, o país entrou em situação de calamidade, depois de três períodos consecutivos em estado de emergência desde 19 de março. ANTÓNIO COTRIM/POOL/LUSA

Pouco depois, em comunicado, o IPO confirmou que oito profissionais (três médicos, três enfermeiros e dois assistentes operacionais) ​​​​​​​e 12 doentes internados no Serviço de Hematologia no IPO de Lisboa foram diagnosticados com covid-19.

“Os doentes com infeção foram transferidos para outras unidades do Serviço Nacional de Saúde, encontrando-se em situação clínica estável”, acrescenta o IPO.

“Quero deixar aqui uma palavra de grande tranquilidade. O IPO já fez mais de seis mil testes a profissionais de saúde, doentes e prestadores de serviços externos”, precisou Graça Freitas na conferência de imprensa.

Até esta quarta-feira, o IPO informa que foram testados 2700 doentes e mais de 1500 prestadores, incluindo prestadores externos.

LEIA MAIS EM JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW