Portugal

Seis mortos e mais de mil casos de Covid-19 em Portugal

O número de casos de Covid-19 em Portugal subiu de 785 para 1020, nas últimas 24 horas. Quatro pessoas recuperaram da doença.

De acordo com o boletim da situação epidemiológica no país, divulgado esta sexta-feira, pela Direção-Geral da Saúde, o número de infetados com o novo coronavírus aumentou para 1020, a maior subida registada em 24 horas, até ao momento.

Há mais três vítimas mortais desde o último boletim. São agora seis no total. A quarta foi anunciada ontem, em Ovar, pelo presidente da câmara, e outra, a quinta, esta sexta-feira em Paços de Ferreira, pelo líder da autarquia local, registando, assim, a primeira vítima mortal a Norte. A sexta fatalidade foi registada no Algarve.

Mais quatro doentes recuperaram entretanto, são cinco os que tiveram alta clínica desde que foi registado o primeiro caso de Covid-19, em Portugal.

O aumento do número de casos, 235 em 24 horas, é superior ao registado de quarta para quinta-feira, que foi de 143, e um novo recorde, após o anterior máximo, que era de 198, de terça para quarta-feira.

O número de pacientes internados também subiu, de 89 para 126. Destes, 26 estão nos cuidados cuidados intensivos. Ao todo, 850 pessoas (ontem eram 483) aguardam resultado laboratorial. Há 9008 pessoas sob vigilância das autoridades.

Entre os infetados, há vários médicos e enfermeiros, número não divulgado. Registaram-se, também, entre quinta e sexta-feira, os primeiros casos de agentes de segurança. Na quinta-feira foi confirmado um caso positivo na PSP e esta sexta-feira foram revelados dois casos de Covid-19 na GNR.

Primeira vítima mortal no Algarve

A sexta vítima mortal foi registada no Algarve, que registou mais oito casos positivos de Covid-19, para um total de 29.

A zona Centro com um aumento de 20 casos, de 86 para 106, registou a segunda vítima mortal, em dois dias.

A maior parte dos doentes infetados (506) vive na região Norte, que registou mais 125 novos casos em 24 horas. Segue-se a Grande Lisboa com 361 (mais 83), face ao boletim anterior.

Alentejo (2), Açores (3) e Madeira (1), não registaram alterações, assim como os casos de países estrangeiros, que são nove.

Desde 1 de janeiro de 2020, as autoridades de saúde registaram 7732 casos suspeitos, dos quais 5862 não foram confirmados.

Segundo o boletim, há 24 cadeias de transmissão ativas. Entre os casos importados, a maioria vem de Espanha (23), Itália (17) e França (16). Há oito oriundos da Suíça, dois dos Países Baixos, e um de Alemanha, Áustria, Andorra, Bélgica, Irão e Reino Unido.

Portugal em estado de emergência

Portugal encontra-se em estado de emergência desde a meia-noite, depois de a Assembleia da República ter aprovado na quarta-feira o decreto que lhe foi submetido pelo Presidente da República, com o objetivo de combater a pandemia de Covid-19, após a proposta ter recebido pareceres favoráveis do Conselho de Estado e do Governo.

O estado de emergência proposto pelo Presidente prolonga-se até às 23:59 de 2 de abril, segundo o decreto publicado quarta-feira em Diário da República, que prevê a possibilidade de confinamento obrigatório compulsivo dos cidadãos em casa e restrições à circulação na via pública, a não ser que tenham justificação.

JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW