Portugal

Santana Lopes ferido e transportado de helicóptero após despiste na A1

O presidente do partido Aliança, Pedro Santana Lopes, e o cabeça de lista às eleições europeias, Paulo Sande, ficaram feridos num acidente de viação na A1, esta quarta-feira.

O ex-primeiro-ministro foi transportado para o Hospital Universitário de Coimbra pelo helicóptero do INEM de Santa Comba Dão, por apresentar ferimentos na cabeça e no peito. Chegou a esta unidade hospitalar pelas 19.30 horas.

O INEM adiantou ao JN que Pedro Santana Lopes esteve “encarcerado dentro do carro” após o capotamento da viatura que conduzia e onde também seguia Paulo Sande.

Paulo Sande foi igualmente levado o Hospital Universitário de Coimbra mas na Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) dos Covões, com acompanhamento médico.

De acordo com fonte ligada à campanha eleitoral do Aliança, o acidente aconteceu na autoestrada 1 (A1), na zona de Leiria, quando Santana Lopes e Paulo Sande seguiam de Coimbra em direção a Lisboa, com Santana Lopes ao volante.

despiste aconteceu pelas 17.05 horas, ao quilómetro 136, entre Soure e Pombal, confirmou o INEM ao JN. O trânsito esteve cortado nos dois sentidos da A1 durante uma hora e trinta minutos para permitir a aterragem em segurança do helicóptero do INEM.

Ao JN, testemunhas do acidente referiram que a viatura capotou naquele troço da autoestrada e que Santana Lopes ficou encarcerado na viatura. Já Paulo Sande conseguiu sair pelo próprio pé da viatura.

O líder do Aliança e o candidato às Europeias tinham saído de Coimbra e rumavam a Cascais, onde às 18.30 horas eram esperados no Museu Castro Guimarães, para uma ação de campanha dedicada ao mar, onde estaria também o autarca local Carlos Carreiras.

Paulo Sande revelou à Lusa que está bem “apesar do susto”. Santana Lopes foi imobilizado com um colar cervical, por se ter queixado de “dores no peito” e ter ligeiros ferimentos na cabeça, referiu.

Terão sido enviados para o local a viatura médica de emergência e reanimação (VMER) do centro hospitalar de Coimbra, duas ambulâncias do INEM dos bombeiros de Pombal e Santa Comba Dão.

As restantes ações de campanha desta quarta-feira, bem como as que estavam agendadas para quinta-feira “estão obviamente canceladas”, avançou a fonte.

Jornal de Notícias

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER

Close
Close