Portugal

Quase sete mil casos em recorde de infetados, Norte com novo máximo

Quase sete mil casos em recorde de infetados, Norte com novo máximo
epa08785439 Nurses caring for a pacient at the Covid 19 Emergency Department of Santa Maria Hospital in Lisbon, Portugal, 27 October 2020 (issued 30 October 2020). The emergency room dedicated to suspected covid-19 cases at Santa Maria Hospital in Lisbon reflects the evolution of the pandemic in Portugal with patients swelling at the door to perform the test and inside the almost exhausted capacity. The fear of losing their jobs leads many patients with covid-19 to hide that they are infected and continue working, spreading the disease that, at this stage, also begins to be a social case and that leads to many hospitalizations in Santa Maria. EPA/TIAGO PETINGA

Portugal regista, esta quinta-feira, mais 6994 infetados por covid-19, um novo máximo diário de casos, no dia em que soma mais 69 mortos à lista de vítimas, que vai já em 3701. Norte também bate recorde.

Depois de ter estado perto dos seis mil casos diários na quarta-feira, Portugal registou hoje 6994 casos de covid-19, elevando para 243.009 o número total de contágios, segundo o boletim epidemiológico desta quinta-feira. O valor de hoje é o mais elevado desde o início da pandemia. Recorde-se que o boletim do dia 4 de novembro apresentou 7497 novos casos, mas o número foi na altura explicado por um “atraso no reporte laboratorial”, pelo que correspondia a uma acumulação de testes positivos dos dias anteriores.

Olhando para as regiões isoladamente, o Norte, agora com mais 4415 infeções (63% do total de hoje), também tem o pior registo desde março, à frente dos 4154 casos do último sábado, elevando para 124.572 o número total de casos na região. A região de Lisboa e Vale do Tejo tem mais 1542 casos (em 84.800), o Centro mais 724 (em 22.921) Alentejo mais 145 (4825) e o Algarve mais 102 (4459). No arquipélago dos Açores, há mais 40 infetados (total de 684) e a Madeira conta mais 26 (748).

Quatro vítimas tinham menos de 59 anos

Face ao boletim de ontem, há agora mais 69 vítimas mortais, elevando para 3701 o número total de óbitos por covid-19 (1897 homens e 1804 mulheres). Vinte e nove foram registadas na região Norte, 24 em Lisboa e Vale do Tejo, 12 no Centro, três no Algarve e uma no Alentejo.

Como tem vindo a ser regra, a grande maioria das vítimas (43) tinha 80 anos ou mais – 25 homens e 18 mulheres. Com 70 a 79 anos, morreram 16 pessoas (10 homens e seis mulheres), com 60 a 69 anos morreram seis pessoas (dois homens e quatro mulheres), dois homens na faixa dos 50-59 e outros dois na faixa dos 40-49. Na faixa etária do 30 aos 39 anos, morreu também um homem.

O número de doentes internados em enfermaria desce para 3017 (menos 34 do que ontem), mas, em unidades de cuidados intensivos, o número continua a engrossar: há 458 doentes (mais 26). Por outro lado, há 157.924 recuperados, mais 4222 face ao relatório anterior. Contas feitas, subtraindo ao número total de infetados o número de óbitos e recuperados, há agora 81.384 doentes ativos, mais 2703 do que ontem.

JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER