Portugal

Preso mais velho do país foi condenado por matar o genro

O Tribunal de Loures condenou, esta segunda-feira, a quatro anos e nove meses de prisão o homem de 89 anos que, no verão de 2018, matou o genro com dois tiros de caçadeira.

Manuel Garcia foi condenado por homicídio simples na forma consumada e absolvido de homicídio qualificado. Como pena acessória, fica três anos inibido de porte de arma. O crime ocorreu num quadro de violência doméstica continuada, na localidade do Furadouro, no concelho de Torres Vedras.

A vítima, então com 60 anos, terá ameaçado e agredido com regularidade os sogros, com quem residia desde a morte da sua mulher, quatro anos antes. A hipótese de esta se ter suicidado, alegadamente por não aguentar as agressões do marido, chegou a ser avançada como motivação para o crime de Manuel Garcia, mas não está excluída a possibilidade de a mulher ter morrido de ataque cardíaco.

Leia mais no JN

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER

Close
Close