Portugal

Portugal com falhas no combate à corrupção

Portugal com falhas no combate à corrupção
Lisboa, 04/ 10/ 2013 – Estivadores da Liscont no Terminal de Contentores de Alcantara.
( Natacha Cardoso/ Global Imagens )

Um relatório da Transparência Internacional conclui que Portugal está a falhar na aplicação da lei contra a corrupção. Em causa, quatro crimes de suborno a agentes estrangeiros, no comércio internacional. Todos relacionados com empresas angolanas. E todos sem conclusão ainda.

No mês passado, um relatório da Comissão Europeia apontava o dedo ao sistema judicial português e ao combate à corrupção. “O sistema judicial português continua a enfrentar desafios no que diz respeito à sua eficácia”, apontou o primeiro relatório sobre o Estado de Direito na União Europeia, que dedicou um capítulo a Portugal. Um documento, divulgado a 30 de setembro e em que se lamentou a ausência de funcionamento da Entidade da Transparência, “criada recentemente para o controlo e supervisão das declarações de bens e conflitos de interesses” dos políticos.

Agora, é outra instância internacional que destaca Portugal, pela negativa, no combate à corrupção. Desta feita, com o olho posto no comércio internacional. No relatório “Exportando a corrupção”, elaborado pela Transparência Internacional, lamenta-se que, desde 2016, apenas tenham sido investigados quatro casos, sendo que nenhum deu lugar ainda a uma sanção.

Leia mais no JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW