Portugal

Covid-19: Teletrabalho e horários desfasados em Lisboa e no Porto

Teletrabalho e horários desfasados em Lisboa e no Porto
O primeiro-ministro, António Costa, fala aos jornalistas no final da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, 10 de setembro de 2020. ANTÓNIO COTRIM/POOL/LUSA

Tendo em conta o aumento de casos de covid-19 nas Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto, o governo aprovou em Conselho de Ministros medidas concretas para estas regiões, na “nova fase” de contingência após o regresso das férias de verão e reabertura das escolas.

“Relativamente às Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto, é necessário fazer um esforço acrescido para evitar a concentração de pessoas, quer nos transportes públicos, quer nos locais de trabalho”, afirmou António Costa, recordando que o risco de incidência da covid-19 é mais elevado nestas duas áreas metropolitanas, “por terem maior densidade populacional”.

Em conferência de imprensa, no final da reunião do Conselho de Ministros, que decorreu no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, o primeiro-ministro anunciou que se vão manter para as Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto as medidas previstas em matéria de teletrabalho.

Além disso, o Governo aprovou, na generalidade, “para consulta pelos parceiros sociais, um conjunto de medidas que visam a organização do trabalho em espelho“, com escalas de rotatividade entre teletrabalho e trabalho presencial.

“Assegurar o desfasamento horário, quer das entradas e das saídas, quer das pausas e das refeições” é outra das medidas a implementar nas Áreas Metropolitanas, indicou António Costa.

Leia mais no JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW