Portugal

Marcelo sobre crise política: “Tudo o que dissesse limitava a liberdade”

Marcelo Rebelo de Sousa quebrou o silêncio sobre a crise política, esta segunda-feira, em declarações aos jornalistas na Fundação Champalimaud. “Tudo o que dissesse limitava a liberdade”, disse.

“Os portugueses perceberam que o presidente intervém para prevenir crises. O presidente olhando para uma lei que estava no final do período da sua aprovação entendeu esperar”, disse o presidente da República, que volta a ter agenda pública 10 dias depois, sobre a discussão dos partidos em torno da questão da carreira dos professores.

“Não recebi nenhum partido” durante essa fase, acrescentou o presidente da República. “Eu tenho por natureza nesta campanha eleitoral uma agenda muito apertada. A minha ideia foi não interferir durante a crise política causada pelo diploma dos professores”.

Questionado sobre a audição na comissão de inquérito à Caixa Geral de Depósitos e com Joe Berardo, Marcelo disse: “Alguém que foi importante em determinado momento, de repente fica aquém”.

Jornal de Notícias

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER

Close
Close