Portugal

Marcelo quer renovar estado de emergência nacional até 1 de maio

O Presidente da República admite renovar o estado de emergência até 1 de maio. Marcelo Rebelo de Sousa afirmou estar convicto de que será necessário renovar o estado de emergência.

Esta Sexta-Feira Santa, Marcelo Rebelo de Sousa fez uma declaração ao país a elogiar os esforços dos portugueses nos últimos dias e a aconselhar que os mesmos se mantenham no período da Páscoa. “Temos de estar focados num combate que não está totalmente ganho”, lembrou.

Por essa mesma razão, o prolongamento do estado de emergência nacional até ao próximo mês é para o chefe de Estado uma medida natural, tendo em conta a evolução do surto da pandemia em Portugal. “Está formada a minha convicção quanto à renovação do estado de emergência até 1 de maio”, afirmou.

Marcelo já tinha avisado que os portugueses teriam de estar preparados para ver o número de infetados subir. “Temos de garantir no final de abril um decrescimento em números absolutos”, avisou. “Ganhamos a primeira fase, temos de ganhar a segunda”.

O Presidente da República elogiou a proposta apresentada pelo primeiro-ministro e pelo ministro da Educação, esta quinta-feira, sobre o regresso às aulas. Ainda assim, Marcelo diz estar consciente de que “não há propostas ideais”, pelo que a recuperação do ensino neste ano letivo não será “integral”, fruto das circunstâncias da pandemia de Covid-19.

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

Close
Close