Portugal

Mais 194 em 24 horas: número de casos de Covid-19 em Portugal sobe para 642

O número de casos de Covid-19 em Portugal subiu de 448 para 642 casos esta quarta-feira. O aumento do número de doentes, em 194, é o maior registado até agora. Há duas vítimas mortais.

De acordo com o boletim da situação epidemiológica no país divulgado esta quarta-feira de manhã pela Direção-Geral da Saúde, o número de infetados com o novo coronavírus aumentou para 642, dos quais 89 estão internados, 20 em cuidados intensivos. O relatório eleva para dois o número de mortos, contabilizando há o óbito de António Vieira Monteiro, presidente do Santander, que morreu esta quarta-feira, no hospital de São José, Lisboa. Do total de doentes confirmados, três já recuperaram. A aguardar resultado laboratorial estão ainda 351 casos suspeitos.

Dos casos confirmados (que incluem 16 crianças com menos de 10 anos – mais 13 que ontem), 63 foram importados de territórios estrangeiros – a maior parte de Espanha (18), Itália (17) e França (13). Os restantes casos foram provocados por contágio ocorrido dentro do país, havendo atualmente 24 cadeias de transmissão ativas.

Quanto às áreas de residência, a maior parte dos doentes infetados (289) vive na região Norte, seguindo-se a Grande Lisboa com 243 casos (incluindo a única vítima mortal contabilizada), a zona Centro com 74, o Algarve com 21, o Alentejo entra pela primeira vez nas estatísticas com dois, Açores com três, Madeira com um e países estrangeiros com nove.

Segundo apurou o JN, os 2 casos positivos no Alentejo são um camionista português que na terça-feira esteve dentro do camião durante várias horas à aguardar assistência, em Montemor-o-Novo, proveniente de Itália, e um cidadão iraniano residente em Évora e que está a recuperar em casa.

Desde 1 de janeiro de 2020, as autoridades de saúde registaram 5067 casos suspeitos, dos quais 4074 não foram confirmados. Mais de 6600 contactos estão em vigilância pelas autoridades de saúde.

JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW