Portugal

Madeira admite entrada no capital da SATA Internacional

A Madeira admite entrar no capital social da companhia aérea Azores Airlines, a participada do Grupo SATA para o negócio internacional, que o governo açoriano quer alienar até 49%.

Para já, ressalva ao PÚBLICO o vice-presidente do executivo madeirense, Pedro Calado, não existe nada de concreto, mas essa possibilidade foi “falada” e estará na agenda da próxima reunião entre a Madeira e a SATA. “Esse assunto deverá ser abordado na próxima reunião que se fizer com a SATA, nos Açores”, disse o número dois do governo de Miguel Albuquerque, admitindo que uma aproximação à companhia açoriana traria vantagens para o Funchal.

A Madeira olha com interesse para as ligações da Azores Airlines com a América do Norte, vendo aí uma possibilidade de abrir-se a novos mercados emissores de turismo. Por outro lado, a entrada da companhia açoriana nas ligações regulares entre o Funchal e o continente, pressionando os preços da TAP e da easyJet, é outra mais-valia para a Madeira.

Do lado açoriano, sabe o PÚBLICO, existe essa abertura, embora a prioridade do executivo de Vasco Cordeiro seja, mais do que capitalizar a empresa cujo passivo ronda os 200 milhões de euros, encontrar um “parceiro estratégico” para assegurar maior “robustez e competitividade” à operação da companhia aérea.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER