Portugal

Governo rejeita hipótese de novo confinamento

Governo rejeita hipótese de novo confinamento
O Secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, durante a conferência de imprensa diária de atualização da situação epidemiológica em Portugal, relativa à infeção pelo novo coronavírus (Covid-19), realizada no Ministério da Saúde, em Lisboa, 14 de setembro de 2020. Portugal regista até ao momento 1.871 (+4) mortes associadas à Covid-19, e 64.596 (+613) infetados, segundo o boletim divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). ANTÓNIO PEDRO SANTOS/POOL/LUSA

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, rejeitou, esta segunda-feira, a hipótese de Portugal voltar a confinar, por causa da covid-19.

“Hoje sabemos mais da doença, estamos melhor preparados para responder, e o confinamento é uma resposta de saúde pública que, garantidamente, não queremos voltar a acionar”, disse o secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, ao responder a uma pergunta sobre a sondagem JN/TSF, publicada na sexta-feira, segundo a qual 47% dos portugueses são favoráveis a um novo confinamento, 40% que se opõem.

“Nesta fase da epidemia, é muito importante desmistificar os medos e os receios que justificam os resultados dessa sondagem”, disse Lacerda Sales, durante a habitual conferência de imprensa conjunta entre Direção-Geral da Saúde e Ministério da Saúde.

JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW