Portugal

Em dois anos abriram apenas 14 camas de cuidados paliativos

O presidente da Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos afirmou, esta manhã de terça-feira no Parlamento, que nos últimos dois anos abriram apenas 14 camas de cuidados paliativos. O país precisa de 800 a mil camas e tem um total de 168.

“Falta tudo. Está muito pouco feito e há muito por fazer”, referiu Duarte Soares, presidente da Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos (APCP), na Comissão de Saúde.

Duarte Soares assinalou que, segundo recomendações da Associação Europeia de Cuidados Paliativos, Portugal necessita de 800 a mil camas de cuidados paliativos e abriram apenas 14 nos últimos dois anos.

Leia mais em JN

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER

Close
Close