Portugal

Duas pessoas recusaram doar medula óssea a Fábio

Aveirense morreu, aos 31 anos, com leucemia, depois de ter tido esperança de sobreviver. Há outros casos semelhantes.

Fábio Rocha, de 31 anos, descobriu que tinha leucemia em dezembro de 2017. Na semana passada, a 26 de fevereiro, faleceu na sequência da doença. Meses antes, dois dadores de medula óssea, que eram compatíveis consigo, tinham recusado a doação. A família não sabe se o desfecho de Fábio – “um grande lutador, cheio de alegria e de paz”, recorda a namorada, Sofia Silva – teria sido outro, caso os dadores tivessem aceitado continuar com o processo. Mas alerta para a necessidade de “consciencialização” de quem se inscreve como dador de medula óssea, para que as expectativas do doente não sejam defraudadas.

Fábio era “filho” do bairro da Beira-Mar e proprietário de um bar (“Alavarium”). A sua morte chocou a comunidade.

 

Leia mais no JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER