Portugal

Cronologia: Em 2019 já morreram nove pessoas vítimas de incêndios em casa

A morte de José Maria, esta segunda-feira de madrugada, em Guimarães, eleva para nove o número de vítimas mortais de incêndios em habitações, nos primeiros meses deste ano. Em 2018, pelo menos 12 pessoas morreram devido a fogos em casa.

CRONOLOGIA DE INCÊNDIOS MORTAIS EM HABITAÇÕES:

8 de abril – José Maria foi encontrado pelos Bombeiros Voluntários de Guimarães, na parte superior da habitação, durante a operação de combate às chamas que destruíram a casa na rua da Arcela, em Azurém, perto do castelo de Guimarães.

20 de março, Oliveira de Azeméis – Uma mulher morreu e outra ficou ferida num incêndio numa habitação, na freguesia de Pindelo, em Oliveira de Azeméis. A vítima mortal, de 89 anos, foi encontrada carbonizada na cozinha, onde o fogo deflagrou. O sinistro provocou ainda ferimentos numa mulher de 65 anos, filha da vítima mortal, que foi transportada para o Hospital da Feira. As duas mulheres eram as únicas ocupantes da casa que ardeu.

18 de março, Sintra – Um incêndio numa habitação na Serra das Minas, em Rio de Mouro, Sintra, causou a morte de um homem com cerca de 40 anos. O fogo deflagrou no segundo piso de um prédio de quatro andares e destruiu o quarto onde a vítima, encontrada em paragem cardiorrespiratória. acabou por falecer.

11 março, Amadora – Um bebé de um ano morreu e seis pessoas ficaram feridas, duas delas com gravidade, num incêndio num prédio na freguesia da Venteira, na Amadora. Entre os feridos graves estão duas mulheres, uma de 28 anos que foi transportada para o Hospital de S. José e outra de 25 anos que foi levada para o Hospital de Santa Maria.

Leia mais em JN

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER

Close
Close