Portugal

Bloco quer aumento gradual das pensões até ao salário mínimo

A líder do Bloco de Esquerda propôs, esta segunda-feira, o aumento das pensões mais baixas até ao valor do salário mínimo e defendeu que o rendimento dos filhos não deve contar na atribuição do complemento solidário para idosos.

“O grande compromisso deste país tem de ser subir as pensões mais baixas e tem de ser também o de permitir que aquelas pessoas que vivem em situação de pobreza e que precisam do complemento solidário para idosos possam ter acesso a esse complemento e que o rendimento dos filhos não conte para o acesso ao complemento solidário para idosos”, disse Catarina Martins, durante uma arruada de pré-campanha no Fundão.

Lembrando que estava numa das zonas mais envelhecidas do país, Catarina Martins reiterou que é preciso dar resposta aos mais velhos e apontou o dedo ao facto de o rendimento dos filhos estar a ser tido em linha de conta na hora de atribuir o rendimento solidário para idosos e considerou que isso é negar apoio aos que mais precisam e prejudicar toda a família.

 

Leia mais em JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW