Portugal

Avião da Hi Fly vai à China buscar material médico

Um avião da Hi Fly sai esta sexta-feira do Terminal Civil Aeronáutico de Beja com destino à China para ir buscar máscaras, ventiladores e outros equipamentos médicos.

A companhia aérea portuguesa Hi Fly anunciou que um avião Airbus A340 vai sair do Terminal Civil Aeronáutico de Beja (TCBeja) rumo à China para carregar 30 toneladas de equipamentos médicos essenciais para a luta contra a pandemia do Covid-19.

Na sua página oficial, a empresa informa que “a Hi Fly foi a primeira companhia aérea a responder positivamente para ajudar na crise provocada pela doença, aprontando um avião da sua frota, estacionado em Beja, no sul de Portugal, para um voo de emergência para a China para transportar máscaras, óculos, roupas, testes de diagnóstico, ventiladores e outras peças de equipamentos médicos tão necessários, já em falta em Portugal e noutros países europeus.”

No comunicado é possível saber que “o avião vai partir esta sexta-feira de Beja e regressará a Portugal no domingo, dia 22 de março, tendo aterragem prevista para o Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa”.

De acordo com o comunicado da Hi Fly, “para garantir que o voo fosse realizado, a empresa recusou todos os lucros da missão e também, através de seu parceiro filantrópico Fundação Mirpuri, fez uma doação de 100 mil euros para contribuir nos custos da missão.”

JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW