Portugal

Aldi e E. Lecrerc criam horário apenas para técnicos de saúde, forças de segurança e bombeiros

Supermercados facilitam a vida a classes profissionais que estão na linha da frente no combate ao coronavírus.

Os supermercados Aldi criaram um horário específico para os técnicos de saúde, forças de segurança e bombeiros fazerem compras, entre as 9 as 10 horas, que entrou em vigor esta quarta-feira. A medida foi anunciada como um “gesto de agradecimento” a quem está na linha da frente de combate ao coronavírus.

“Para usufruir deste horário, basta que os profissionais destas organizações se dirijam às nossas lojas e apresentem o cartão profissional que comprove que pertencem a um destes grupos”, esclarece o diretor de marketing e de comunicação da Aldi, Ricardo Santos. “Esta medida é extensível a todas a lojas de Portugal e em todos os dias da semana.”

Ricardo Santos explica que os restantes clientes estão a ser atendidos entre as 10 e as 20 horas. Garante ainda que estão a ser aplicadas “várias medidas de prevenção para segurança dos colaboradores e dos clientes, de acordo com as recomendações da DGS” [Direção-Geral de Saúde]. “Portugal vive uma situação sem precedentes. Estamos todos a aprender como lidar com o vírus e a fazer o nosso melhor, para que juntos consigamos vencer esta pandemia.”

“Hoje foi o primeiro dia e tivemos bastante afluência em algumas lojas, nomeadamente na loja da Quinta da Piedade, na Póvoa de Santa Iria, com 62 clientes, e na loja de Torres Vedras”, revela ao JN o diretor de marketing e de comunicação da Aldi.

Os supermercados E. Lecrerc também estão a abrir as portas das 7 às 9 horas para atender profissionais de saúde, de segurança e bombeiros, desde terça-feira. Fonte da empresa adianta que este horário não está, contudo, a ser aplicado em todo o país, mas apenas nalgumas lojas, como na do Entroncamento e Figueira da Foz.

JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW