Portugal

A homenagem de Alexandre Farto a médicos, enfermeiros e auxiliares portugueses

Rostos tapados com máscaras de proteção. Profissionais prontos para a luta. A homenagem de Alexandre Farto a médicos, enfermeiros e auxiliares portugueses estará pronta nos próximos dias.

A nova intervenção do artista português Alexandre Farto, conhecido por Vhils, é uma homenagem aos profissionais de saúde – considerados os heróis da pandemia – e já pode ser vista numa parede do Hospital de S. João, no Porto.

A obra, que começou a ser feita na semana passada, ainda não está terminada, mas já circula nas redes sociais. A colaboração entre Vhils e a unidade hospitalar portuense surgiu na sequência da edição online do Festival Iminente, que, em tempo de pandemia gerada pelo SARS-CoV-2, decidiu recolher donativos para o Centro Hospitalar e Universitário Lisboa Central e o Centro Hospitalar e Universitário de São João, ambos de referência no tratamento da covid-19.

O trabalho deverá estar concluído nos próximos dias. O eurodeputado socialista e vereador da autarquia portuense Manuel Pizarro, que reintegrou, recentemente, o serviço de medicina interna do Hospital de S. João, foi um dos que partilhou a imagem da obra nas redes sociais.

Alexandre Manuel Dias Farto é um pintor e grafiteiro português, conhecido pelos seus “Rostos” esculpidos em paredes. Nascido em Lisboa, terminou os seus estudos em 2008 na University of the Arts em Londres. Em 2011, desenvolveu uma técnica usando explosivos, grafite, restos de cartazes e até retratos feitos com metal enferrujado para criar retratos e frases. Existem trabalhos seus espalhados por vários locais do mundo como as cidades portuguesas de Lisboa, Porto e Aveiro, além de capitais como Londres, Moscovo, Bogotá, e cidades como Medellín, Cali (na Colômbia), Nova York, Los Angeles, Grottaglie (sul da Itália).

JN/MS

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

Close
Close