Opinião

To Police or not to Police?

Caro leitor? Como está?

Mais uma semana volvida e já com o Solstício de verão por entre nós… ano estranho e rápido… sem sombra de dúvida.

Esta semana vamos tocar num tópico que também nos diz respeito – a todos nós. 

Vou-vos falar sobre o que acho dos cortes propostos ao policiamento em Toronto. Cortes esses que, entretanto, foram vetados esta semana em conselho de vereadores na Câmara Municipal.

Bem, com toda esta insurgência de violência, com muito racismo à mistura (histórias antigas) que estão, novamente, na moda.  Vamos analisar. As grandes massas opinam que existem polícias a mais… que são corruptos e não defendem a ordem como se propõe no seu Código Deontológico “To serve & protect”. No entanto, quando há atritos e conflitos – “Call the cops“- é a frase da ordem…

Será mesmo que temos polícia em demasia? Não creio que cortes nesse campo sejam a melhor resposta. Existem e sempre irão existir policias maus – “Good Cop, Bad cop”, no entanto, não deixemos que pague o justo pelo pecador.

Os políticos também tem de se afastar e deixar que este departamento analise e efetue os seus deveres com todo o respeito que se deve. Creio que muitas forças policiais a nível mundial, neste momento, pensam ter escolhido a profissão errada por se sentirem de “honra manchada” por certas atitudes menos nobres por parte de alguns colegas.

Com tudo isto… Ainda sigo a pensar que sim – vale a pena continuar a apoiar esta força que nos defende e protege quando assim é necessário.

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Não perca também
Close
Back to top button

DONATE NOW

Close
Close