Opinião

Será que se perde por falar?

Será que se perde por não falar?

As pessoas nem sempre se apercebem do que dizem e muitas das vezes contradizem-se a elas próprias ou transmitem insegurança ou receio de perder o lugar, titulo ou chamem-lhe o que quiserem.

Já não é a primeira vez que ouço pessoas a dizer uma coisa um dia em público e mais tarde, também publicamente, o contrário do que tinham afirmado e todas cheias de certeza de que estavam certas e nada lhes faltava. É nestas alturas que as pessoas se esquecem que o cidadão do outro lado está atento e não tem memória curta, mas como há pessoas que para ter um titulo fazem tudo e mais alguma coisa, mesmo sabendo que estão a embaraçar a maioria (embora essa maioria nada diga  – só engolem sapos para andarem de bem com toda a gente, mas por trás das costas cortam a torto e a direito). Eu como não sei engolir coisas ridículas digo o que sinto e as verdades quer gostem quer não – como se diz em português, quem não se sente não é filho de boa gente. Por vezes as pessoas não aceitam as verdades e fingem que está tudo  muito bem – valha-nos Deus, ao que isto chegou! Assim se vê que as pessoas têm medo de perder por falar ou por não falar e quando se chega a este ponto significa que há muita falta de organização e honestidade da parte das lideranças. Eu tenho uma experiência negativa sobre algumas pessoas a trabalharem em grupo – pessoas falsas. Quanto mais conheço o ser humano mais gosto dos animais. Pessoas tão falsas ao ponto de o que me diziam a mim de determinados agora dizem o mesmo, porque o texto é sempre o mesmo, (cultura mesmo muito baixa),  a outros, mas esquecem-se que são sempre apanhados pela boca, por isso é que sempre que se tem algo a dizer o devemos dizer na cara das pessoas. Não tenham receio de o dizer, tenham coragem! Ouvia há dias, num programa de uma rádio da comunidade, alguém a dizer que se teve de cancelar festas por falta de adesão – eu percebo que hoje se inventam festas para sobreviver e alguns quase que obrigam os amigos a irem às festas para terem casa composta, mas não dizem que uma grande percentagem não pagou para lá estar. É como os empresários de turismo que tinham casas de porta aberta ao público e para mostrar a quem passava na rua mandavam os amigos estacionar os carros no parque de estacionamento para os que passavam dizerem: “olha, está cheio!”. Valha-nos Deus, ao que isto chegou! Assim vão as coisas que todos sabem mas ninguém diz nada, uns ainda não descobriram que estão a mais e já aborrecem e não deixam a classe mais jovem tomar conta, jugam que são insubstituíveis que só eles é que sabem, outros não sabem viver sem uma palmadinha nas costas e esquecem-se que os próprios amigos na frente são uma coisa e por trás dizem: “porque é que se tem que aguentar aquela peça?”.

Meus caros, dizer o que pensamos pode gerar ansiedade, mas não dizer o que pensamos ou sentimos pode afetar o relacionamento com outras pessoas, porque a maioria não tem coragem de o dizer mas vai dizer a terceiros e esses mesmos passam a palavra. Por isso expresse as suas opiniões ou sentimentos com respeito, não esconda aquilo que pensa – se o fizer está esconder-se mesmo da sua pessoa, e pode cria uma muralha invisível à sua volta não deixará ninguém perceber quem você realmente é. Até pode ser uma excelente pessoa mas, no fundo, o medo de falar transforma-a numa criatura insegura. Entre duas pessoas que expressaram tudo o que queriam dizer não há barreiras e acaba por se criar uma proximidade mais forte – todos precisamos uns dos outros. Eu podia deixar aqui nomes de pessoas falsas com quem eu convivi, que para conseguir algo tentam destruir o próximo e quando precisam dele abrem-se. Por isso repito: quanto mais conheço o ser humano mais gosto dos animais. Antes de terminar, deixo os parabéns a um jovem que há dias vi a intervir em defesa própria, onde se afirmou positivo e não se deixou influenciar mas soube ver as diferenças e aceitar as críticas – jovem, força! Em frente é que é caminho!

Conclusão, vem aí mais uma semana de Portugal e quer queiram quer não 50% das pessoas andam a fingir as coisas e não dizem a verdade, mas como é festa, vamos para a festa. 

Sobre este assunto volto em breve, aproveitem o fim de semana para dar um abraço aos amigos que vocês chamam de amigos.

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER

Close
Close