Opinião

Corrupção aumenta em Portugal e o Novo Banco é um escândalo nacional

Os portugueses nem se mexem, não se passa nada, aqui se vê a capacidade de compreensão sobre o que se está a passar em Portugal atualmente.

 

Corrupção aumenta em  Portugal e o Novo Banco-temacapa-mileniostadium
Novo Banco em Lisboa.

 

Eu nem devia de tocar neste assunto porque tem vindo a público várias vezes e numa linguagem bem explícita para que todos entendam mas parece que para a maioria dos portugueses está tudo bem, nem se apercebem que o Governo com o apoio do Presidente da República está a entrar no bolso e na carteira dos contribuintes a uma velocidade que eles nem conseguem sentir – o que, do meu ponto de vista e por tudo que ultimamente se tem visto em Portugal, eu acho muito estranho.

Quando se vê grupos organizados a protestar por coisas que não fazem sentido nenhum e que nem trazem nada de positivo para a vida do dia a dia e depois vê-se corrupção a passar na frente dos olhos e parece que está tudo bem. Mais engraçado é que se houver eleições para mudança de Governo basta o atual atirar areia aos olhos do cidadão que tudo passa a esquecido, com dois rebuçaditos na algibeira o cidadão fica contente. Assim vai o nosso Portugal.

Todos os dias o desemprego aumenta e a Covid-19 coloca o mundo à beira de uma nova crise económica pior que em 2008 e o estado do Novo Banco é um escândalo nacional, foi-se o BES e ficou o “banco bom” o Novo Banco – banco bom como assim foi definido, mas que de bom não teve nada. Acabou por receber uma tranche de favores do Estado, os famosos 850 milhões que quase provocam uma crise política e que nos demonstrou como o nosso Estado (primeiro-ministro, Presidente da República) andam de braço dado e não dizem a verdade aos portugueses. Os dois defendiam que não fosse feita uma transferência enquanto uma determinada auditoria não estivesse pronta, essa transferência foi feita pelo ministro das Finanças porque já estava aprovada, mas eles não diziam nada, como se nada tivesse acontecido. Depois vem-se a descobrir que, afinal, segundo o gabinete do primeiro-ministro, auditorias já havia muitas, e lá andavam os dois com as conversas da treta a enganar o Zé Povinho. Isto é mesmo de loucos! Ainda mais absurdo foi o primeiro-ministro António Costa dizer que era um empréstimo e que seria pago com juros – mas quais juros ou qual carapuça? Nunca mais será pago! Nessa altura os salários dos administradores do Novo Banco subiram 75%, mas isso ele nunca disse. Depois de tudo vai colocar o ex-ministro das Finanças, o fugitivo a governador do Banco de Portugal quando ele, o ex-ministro Mário Centeno, disse que não tinha arrependimentos sobre a solução para o Novo Banco e de tudo o que tinha feito relativamente com a injeção dos 850 milhões. Teve a sincera lata de dizer que teve que ser assim, isto é mesmo um escândalo e gozar com o cidadão.

Se bem se lembram, António Costa garantiu em 2017 que o Novo Banco não acarretava encargos, ele garantia que o banco não ia ter custos para os contribuintes, fez o que ele muito bem sabe fazer que é mentir. Se o nariz fosse crescendo cada vez que ele fala já teria feito milhares de plásticas para poder andar na rua porque já não cabia em lado  nenhum com o tamanho! Mas o escândalo continua e o Governo nada faz, sabe-se lá porquê. Depois da injeção de milhões e do pedido de mais alguns para salvar o Novo Banco, este mesmo começou a desfazer-se do património que tem a custos baixíssimos sem dar consentimento ao Estado, andou a vender casas a menos de metade do valor sem que se tenha feito uma avaliação. O Governo lá diz que será feita uma auditoria para averiguar o que se está a passar – será que vamos acreditar que assim seja? O que vão fazer o Presidente da República e o primeiro-ministro agora? Isto é mesmo de loucos e gozar com todos em geral mas ninguém faz nada. Alguns políticos vêm a público e lá vão dizendo que querem um esclarecimento sobre tudo o que se está a passar, e que tem que ser feita uma auditoria etc. Vamos esperar sentados porque senão ficamos cansados. As coisas fazem-se prejudica-se o contribuinte, aumentam-se os ordenados dos administradores e o pobre paga – chama-se a isto corrupção à vista de todos. 

Assim vai o jardim da Europa, Portugal, cada vez mais corrupto.

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

DONATE NOW

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER