Augusto Bandeira

Tudo nasce no berço

Para tudo há que saber dar valor ao que se tem e, da forma como se cresceu com ajuda de Deus e o próprio esforço, tudo nasce no berço.

Um enorme gesto de generosidade da parte do jovem músico que da forma como vê as coisas nota-se que dá valor porque tem conhecimento do que custa ver outros a sofrer.

Tudo nasce no berço-mundo-mileniostadium
Créditos: DR.

As Nações Unidas já vêm há muito tempo a esta parte avisar o mundo que o dinheiro prometido para combater a fome não é suficiente, nos tempos em que a crise económica a reboque da pandemia se aliaram a conflitos para criar várias crises, que não vai ser muito fácil de gerir, a ONU chegou a dizer que sem um esforço de todo o mundo possivelmente um dia pode-se vir a ver crianças a morrer com falta de alimentos. Isto é muito preocupante, mas se repararmos vemos por outro lado as potências mundiais e os países mais poderosos a esbanjar dinheiro em aumentos nos ordenados dos políticos, em brutas reformas etc. Isto é mesmo de dar que pensar, andamos nós todos a pagar impostos e em tempo de crise – e com tendência a piorar -, outros governam-se com excelência e preocupam-se com eles e pouco mais.

Em todo mundo há grandes corruptos e toda a classe governativa sabe, mas trabalhar em prol de combater a corrupção ninguém está muito interessado, porque se olharmos bem por cima dos ombros em todo grupo existe uma pessoa com ligações políticas, (esta até nem tem nada a ver com o que estou a opinar, mas vamos esperar para ver a decisão do Ivo Rocha em relação ao grupo mais corrupto em Portugal, Sócrates, Salgado e companhia limitada). Sabem quantas crianças podiam ser salvas com os milhões desviados? É fácil: um jovem músico em 2020 doa um milhão de dólares no combate contra pandemia do coronavírus. Esse jovem músico vem de uma família humilde, pobre. Esse jovem disse na altura: “fui criado em Scarborough, e senti que era importante retribuir à comunidade”. Foram as palavras simpáticas de Abel Tesfaye (The Weeknd), a pensar em ajudar na luta contra a pandemia – isto é saber reconhecer e ver.

O mesmo jovem tem feito outras doações sempre que pode e sabe das necessidades nos países mais pobres. Todos nós sabemos que mais de 30 mil pessoas precisam de apoio urgente em Moçambique, mas a comunicação social está mais virada para outras notícias e os próprios poderosos parece que pouco lhes interessa. Se calhar ali não dá lucro como muitos querem, mas é uma realidade.

Já há crianças a morrer à fome em Moçambique. Este jovem recentemente teve uma atitude com muito valor: nascido no Canadá, Abel Tesfaye é filho de emigrantes etíopes e no domingo passado (4) anunciou que irá doar um milhão de dólares para combater a fome na Etiópia, um valor que equivale a dois milhões de refeições e irá ajudar os mais desfavorecidos numa altura em que o país se vê envolvido num conflito armado, que já provocou milhares de mortos. Isto é como se diz em bom português: dás com uma mão e recebes com as duas. O sucesso deste jovem canadiano é merecido, vê-se a simplicidade e o saber dar valor, Deus ajudou e ele retribui como pode, mas sempre para os mais necessitados. Uma atitude de louvar da forma como escreveu no Instagram. “Vou doar um milhão de dólares ao Programa Alimentar Mundial da ONU, e encorajo os que o possam fazer a doar também”. Será que alguém com possibilidades vai perceber a mensagem do jovem músico? Ele e todos nós vamos esperar sentados que nos podemos cansar.

Feliz fim de semana de Pascoela a todos os leitores. Não se esqueça de fazer bem hoje para receber mesmo bem mais tarde.

milenio stadium - augusto bandeira

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER