Mundo

Variante inglesa é mais mortífera além de mais contagiosa

Britain’s Prime Minister Boris Johnson speaks during a virtual press conference on the novel coronavirus COVID-19 pandemic, at 10 Downing Street in central London on January 22, 2021. – There is “some evidence” that the new strain of coronavirus identified in Britain is not only more transmissible but also more deadly, Prime Minister Boris Johnson said Friday. “It also now appears that there is some evidence that the new variant… may be associated with a higher degree of mortality,” he said at a Downing Street press conference. (Photo by Leon Neal / POOL / AFP)

É o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, que o afirma: a variante inglesa mais contagiosa do novo coronavírus também parece estar ligada a uma mortalidade mais elevada.

“Agora também parece que há sinais de que a nova variante, aquela que foi identificada pela primeira vez em Londres, e no sudeste (de Inglaterra), pode estar ligada a um grau mais alto de mortalidade “, avançou Boris Johnson durante uma conferência de imprensa na residência oficial em Downing Street.

O Reino Unido registou 1.401 mortes devido ao vírus SARS-CoV-2, responsável pela covid-19, nas últimas 24 horas, superior às 1.290 mortes notificadas na véspera.

Entre 16 e 22 de janeiro de 2021, foram registadas 8.686 mortes, o que equivale a uma média diária de 1.241 e a um aumento de 16,4% em relação aos sete dias anteriores.

No total, desde o início da pandemia covid-19, o Reino Unido contabilizou 95.981 mortes confirmadas da doença.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.092.736 mortos resultantes de mais de 97,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

JN

Redes Sociais - Comentários

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER