Mundo

Tudo o que se sabe sobre “um dos dias mais negros da Nova Zelândia”

Quarenta e nove pessoas morreram e pelo menos 48 ficaram feridas num atentado a duas mesquitas na Nova Zelândia, esta sexta-feira. O autor confesso daquele que foi o maior ataque em massa na história do país é supremacista branco, nacionalista, anti-imigração. “Apenas um homem branco de 28 anos”, nas palavras do próprio.

Leia mais no JN

Redes Sociais - Comentários

Tags
Mostrar mais

Artigos relacionados

Back to top button

 

Quer receber a edição semanal e as newsletters editoriais no seu e-mail?

 

Mais próximo. Mais dinâmico. Mais atual.
www.mileniostadium.com
O mesmo de sempre, mas melhor!

 

SUBSCREVER

Close
Close